Todos por São Luís

domingo, 5 de julho de 2015

"Não podemos mudar o mundo, mas podemos tentar melhorá-lo", afirma deputado Wellington ao ministrar palestra para voluntários da "Operação Cruz Vermelha Viva"



O vice-presidente das Comissões de Educação e de Defesa dos Direitos Humanos e das Minorias da Assembleia Legislativa, deputado Wellington do Curso (PPS), ministrou, na tarde deste sábado (04) palestra para os estudantes voluntários da primeira  edição da Operação Cruz Vermelha Viva.
Estiveram presentes acadêmicos de Medicina, Direito, Odontologia, Biologia, Serviço Social, Psicologia, Nutrição, dentre outros, além de membros da Cruz Vermelha do Brasil e o presidente da Cruz Vermelha Brasileira-Rio de Janeiro, o sr. Luís Sampaio.

A Operação Cruz Vermelha Viva é um "Programa"  vinculado à Cruz Vermelha Brasileira-Rio de Janeiro e realiza o treinamento de jovens acadêmicos e voluntários, a fim de que possam interagir e participar de ações sociais em diversas regiões do país.

No Maranhão, houve um total de 150 acadêmicos inscritos.  Os treinamentos estão acontecendo desde a última sexta-feira (03) e serão finalizados neste domingo (05). Após o treinamento, os acadêmicos serão divididos em grupos e direcionados a 7 cidades do Maranhão, sendo elas: São Luís;  São José de Ribamar; Raposa; Icatú; Caxias; Bacabal e Santa Inês.

"O programa demonstra a real missão da Cruz Vermelha, que é atenuar o sofrimento humano. Por isso, nós e os acadêmicos após o treinamento vamos às comunidades mais vulneráveis do Estado, para assim mostrar à população que ainda existem sim pessoas voluntárias com o espírito de solidariedade, que querem ajudar o próximo. Fazendo isso, no final da Operação  temos a certeza que a Cruz Vermelha cumpriu a sua missão ", declarou Eliézer Lima, do Departamento Nacional de Educação e Saúde da Cruz Vermelha, Eliézer Lima.

"É uma experiência muito boa participar do Programa.  Após o treinamento, sei que terei uma percepção melhor sobre a vida. Saber que todos têm problemas e, por isso, enfatizar na coletividade, saindo do indivíduo em si. Espero assim contribuir para um mundo melhor.", afirmou o estudante do 5° período de Biologia, Wesley Santos.

Na ocasião, o deputado Wellington ressaltou o seu compromisso social e parabenizou os jovens pela iniciativa pautada na solidariedade e no espírito voluntário.


"A sociedade vive em um cenário embasado no individualismo, no egocentrismo. O homem está cada vez mais direcionado a um universo limitado a si próprio, ignorando assim as minorias, as pessoas mais carentes. Sou de origem humilde e sei quão árdua é a vida de quem já nasce marginalizado, à beira dos direitos fundamentais, não tendo sequer o acesso pleno à educação e à saúde. Por isso, rotineiramente tenho pautado minhas ações na Assembleia Legislativa em uma visão mais humana. Uma visão que não aceita o descaso público e almeja à concretude dos direitos elementares.  Não podemos tratar as pessoas como coisas. Não podemos ignorar as dores alheias. Não, não podemos desprezar as problemáticas quando podemos fazer algo para atenuá-las. Não podemos mudar o mundo, mas podemos tentar melhorá-lo. Por isso, ressalto a minha admiração à Cruz Vermelha e parabenizo a todos vocês, jovens estudantes, que estão imersos em uma sensibilidade que os permite ir além... Ratifico o meu compromisso social, aspirando assim a uma sociedade mais humana, pautada no respeito, na solidariedade e, assim, pautada no zelo pelo que há de mais importante: a vida!", declarou o deputado Wellington.

Nenhum comentário:

Postar um comentário