Todos por São Luís

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Prefeitura de São Luís ultrapassa 60 mil atendimentos pelo Programa Saúde na Escola


Adicionar legenda
A Prefeitura de São Luís contabilizou 61.551 atendimentos realizados por meio do Programa Saúde na Escola (PSE) em 2014. O programa, aplicado em parceria com o governo federal, é desenvolvido em São Luís por meio de uma articulação entre as secretarias municipais de Educação (Semed) e Saúde (Semus). Através do programa, a Prefeitura de São Luís aplica atividades de saúde preventiva com os estudantes da rede municipal de ensino.
Entre as ações realizadas em 2014 estão avaliações de saúde bucal, oftalmológica e atividades de promoção de alimentação saudável, atividades físicas, prevenção de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) e do uso de álcool e drogas. O programa segue a política do prefeito Edivaldo de garantia de atenção integral ao bem-estar e à qualidade de vida das crianças e adolescentes de São Luís.
O secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho, destacou a importância do programa dentro do processo educacional. “Por meio do programa, oferecemos aprendizado que transcende as paredes da sala de aula e representa uma verdadeira oportunidade para o exercício da cidadania. Agradeço o empenho da equipe da Semed e ainda a todos os parceiros da Semus, que trabalham de forma conjunta para promover qualidade de vida aos nossos educandos", disse.
A maior parte dos atendimentos corresponde às atividades do eixo de práticas corporais e atividades físicas: 8.844 atendimentos a estudantes. Por intermédio de jogos, brincadeiras e esportes, o PSE busca estimular o desenvolvimento físico e motor dos estudantes da Educação Básica, desenvolvendo ainda o senso de cooperação, o trabalho em equipe e a superação de limites pessoais.
O segundo eixo de atividades com o maior número de atendimentos realizados foi o de ações visando à promoção de uma cultura de paz nas escolas (8.518 atendimentos). Prevenção de violência contra crianças e adolescentes, contra o bullying, combate ao preconceito e estímulo à resolução de conflitos através do diálogo foram algumas atividades aplicadas ao longo do ano pelo PSE.
A equipe do programa, composta por técnicos das secretarias de Saúde e Educação, realiza ainda nas escolas a avaliação antropométrica, com o objetivo de monitorar o desenvolvimento das crianças e identificar condições como desnutrição ou obesidade. Em 2014, foram feitas 3.987 avaliações. Também são monitoradas a acuidade visual (4.449 avaliações), a audição (5.319) e a saúde bucal (2.418).
Para potencializar as ações realizadas, a Prefeitura de São Luís entregou ainda, ao longo do ano de 2014, escovódromos e estadiômetros para 54 escolas da rede municipal e estadual de ensino. O escovódromo é um equipamento portátil com lavatório, torneira e espelho, destinado à higiene bucal dos educandos. Já os estadiômetros servem para medir a estatura dos alunos, possibilitando maior exatidão na avaliação antropométrica.
 ATENDIMENTOS REALIZADOS PELO PSE EM 2014
Avaliação antropométrica: 3.987
Avaliação de acuidade visual: 4.449
Consultas oftalmológicas: 908
Avaliação da saúde bucal: 2.418
Verificação da situação vacinal: 2.685
Identificação de Sinais de Agravos de Saúde: 2.336
Segurança Alimentar e Promoção da Alimentação Saudável: 2.829
Promoção de Práticas Corporais e Atividades Físicas nas Escolas: 8.844
Educação para a Saúde Sexual, Saúde Reprodutiva e Prevenção das DST/Aids: 8.204
Prevenção ao uso de álcool, tabaco e outras drogas: 8.204
Promoção da cultura de paz: 8.518
Saúde Ambiental: 2.829
Capacitações: 21 professores



segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Astro toma posse garantindo modernização na Câmara de São Luís

O vereador Astro de Ogum (PMN), toma posse às 13 horas do dia 1º de janeiro na presidência da Câmara Municipal de São Luis, em evento que acontecerá no Plenário Simão Estácio da Silveira. Astro de Ogum substituirá ao atual presidente, Isaías Pereirinha (PSL), que encerra um ciclo de cinco mandatos presidenciais consecutivos.
O presidente eleito do Legislativo Municipal tem reafirmado sua disposição em estabelecer uma administração dinâmica, moderna, com foco na valorização daquele poder e do funcionalismo. Dentre suas metas, está a realização de concurso público.
“Estou substituindo um companheiro de longas datas, parceiro de muitas batalhas, um homem valoroso, um político sensível, que dignifica esta casa parlamentar”, disse Astro de Ogum, ao destacar que Pereirinha fez, ao longo desse tempo, um trabalho dentro das possibilidades dele e que não pode ser responsabilizado sozinho pelas falhas.
Astro de Ogum é o único remanescente do grupo de vereadores eleito no ano 2000, que continua no mandato de forma ininterrupta. Líder espiritual, político e com forte foco na cultura popular, ele foi eleito e reeleito vice-presidente e este ano conquistou a presidência da Câmara por aclamação.
“Tenho o dever e a obrigação de realizar um trabalho à altura das expectativas da população de São Luis e de meus companheiros de parlamento, que me possibilitaram chegar à direção desta Casa por unanimidade. É uma grande responsabilidade, um grande desafio, e todos poderão ter certeza de que farei tudo para honrar essa confiabilidade”, disse o vereador Astro de Ogum.
Mesa Diretora
A Mesa Diretora que irá dirigir a Câmara no biênio 2015/2017 é constituída pelos vereadores Astro de Ogum (PMN), presidente; Francisco Carvalho (PSL), 1º Vice-presidente; Josué Pinheiro (PSDC), 2º Vice-presidente; Ricardo Diniz (PHS), 3º Vice-presidente; Pavão Filho (PDT), 1º Secretário; Pedro Lucas (PTB), 2º Secretário; Marlon Garcia (PTdoB), 3º Secretário; Paulo Luiz (PRB), 4º Secretário, e Professor Lisboa (PCdoB), 5º Secretário.
ASCOM


Gestão/Educação de São Luís no caminho certo

O secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho, continua sendo um dos melhores quadros da equipe de auxiliares do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior. Participativo, ele acompanha de perto as ações desenvolvidas por sua pasta, o que tem sido decisivo para o bom andamento dos trabalhos na rede de ensino municipal da capital. Como bom conhecedor das práticas educacionais, Geraldo faz questão de manter contato próximo com estudantes e professores e frequentemente troca a rotina em seu gabinete pela presença em salas de aula de diferentes escolas da capital.
O titular da Semed procura vivenciar de perto a realidade das escolas e mantém diálogo aberto com os educadores. Também é extremamente atencioso com os estudantes, que a cada dia o reconhecem como um gestor comprometido e retribuem o bom tratamento com carinho. Tais características fazem de Geraldo um dos gestores mais efetivos do Município, tornando a Semed um dos órgãos da administração municipal com melhor avaliação.
Às vésperas de completar um ano e dois meses no cargo, Geraldo vem tocando com vigor e competência as ações da pasta e já começa colhe os frutos do eficiente trabalho, a exemplo dos prêmios conquistados em novembro por dois alunos em um concurso de redação e desenho promovido recentemente pelo Ministério Público do Maranhão e pela Biblioteca Pública Benedit
O secretário também dedica atenção especial aos docentes, estimulando em toda a rede a formação continuada dos profissionais de educação. Seguindo essa filosofia, ele deu pleno apoio ao professor Antônio Motta Ferro, aprovado em agosto para participar de um curso de aprimoramento em Física em Portugal e na Suíça, promovido pela Sociedade Brasileira de Física e pela Escola de Física, em parceria com a Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN).
Desde que assumiu a pasta, Geraldo Castro Sobrinho vem contabilizando sucessivas conquistas. Mesmo com a última greve de professores, que se estendeu por longos 105 dias, o sistema de ensino do Município exibe uma dinâmica que favorece  o aprendizado. Findada a paralisação, as aulas seguem a todo vapor, de modo a recuperar o tempo perdido e proporcionar aos estudantes o melhor aproveitamento possível dos conteúdos.
O prefeito Edivaldo Holanda Júnior foi muito feliz ao escolher Geraldo para compor a sua equipe. Ciente da confiança nele depositada, o secretário segue firme no propósito de fazer o melhor pelo futuro das dezenas de milhares de estudantes matriculados na rede municipal de ensino.





Flávio Dino convida população para a posse

“Esse momento tão importante na vida política do Maranhão só é possível em razão da sua luta na sua comunidade, no seu bairro, no seu povoado, na sua cidade. Por isso mesmo, você e sua família são nossos convidados especiais para essa festa de celebração da vida, da esperança e da alegria,” disse.
Veja o vídeo...

Comunicação Democrática/ Robson Paz fala sobre os planos do governador eleito Flávio Dino para o setor

Escalado para gerir a Comunicação do Maranhão, o jornalista Robson Paz, recebeu a reportagem de O Imparcial para conceder de forma exclusiva uma entrevista para falar dos seus planos e do futuro governador para um dos setores mais importantes e estratégicos do governo.

Flávio Dino (PCdoB) tem anunciado seu plano em investir de forma descentralizada na mídia e promover uma democracia. Robson informa que a ideia é investir em jornais regionais, rádios comunitárias e blogs para que o máximo de pessoas seja atingidas pela informação e quebrar o latifúndio político que hoje existe no Maranhão.

Robson ainda aproveita para falar sobre sua gestão na secretaria Municipal de Comunicação, pasta esta em que ele ficou como titular por nove meses.

Confira na íntegra a entrevista:

Robson o que será de fato essa "comunicação democrática" que o governo Flávio Dino planeja implantar?

Antes de tudo, trata-se de uma comunicação cidadã em que a população tenha, de fato, pluralidade de veículos, de vozes e, consequentemente, garantido o direito de acesso irrestrito às informações. É necessário superar o modelo atual de comunicação monopolista em que poucas famílias com forte atuação política são proprietárias da absoluta maioria das emissoras de TV, rádio, jornais e portais de internet no Estado. Há, portanto, um cenário de latifúndio midiático que priva a população de informações essenciais na medida em que cabe a este pequeno grupo de privilegiados decidir o que deve ou não ser de conhecimento da população.

Com quem vocês pretendem dialogar para promover essa democracia na comunicação?

Com todos aqueles que estejam dispostos a contribuir para que o Maranhão experimente um tempo de mudança e democracia também na comunicação. Este é um trabalho que será desenvolvido a muitas mãos. Vamos buscar todos os meios de comunicação, os profissionais, entidades representativas das categorias, as universidades, movimentos sociais. Enfim, será uma ação conjunta em prol da efetiva comunicação como direito humano e, portanto, essencialmente democrática e participativa.

Nesse curto período de transição que você participou o que já foi possível perceber que precisa ser melhorado na próxima gestão no setor da comunicação?

A transição praticamente inexistiu como em quase todas as áreas. Tivemos duas reuniões com a secretária Carla Georgina, mas as informações repassadas são muito superficiais. Portanto, insuficientes para fazer um diagnóstico preciso. A realidade em sua plenitude, nós só vamos conhecer a partir do dia 2 de janeiro de 2015, após tomarmos posse e começarmos o trabalho na Secretaria.

Porém, de pronto é notório que muita coisa precisa ser melhorada e essa é uma determinação do governador Flávio Dino. A principal delas é estabelecer uma política de comunicação pública integrada, democrática, transparente e com a implantação de canais diretos com a população, respeitando a diversidade de cada região.

Nas últimas semanas houve uma polêmica com a Rádio Timbira. O que há de fato?


Houve a tentativa de parte da mídia ligada ao grupo Sarney em passar a idéia de que eu teria elogiado uma pretensa modernização da Rádio Timbira. Fato que, por óbvio, não é verdadeiro. Estive nos estúdios e no parque de transmissores da emissora, a convite do ex-gestor Juraci Filho, e o que constatei foi o esforço dele enquanto profissional, dentro das condições que lhe foram oferecidas, para manter a rádio no ar. Mas, algo incipiente para a grandeza e potencialidade da Rádio Timbira.

Ter um ou outro equipamento moderno em nada reduz a responsabilidade dos sucessivos governos de Roseana Sarney em deixar sucateada e abandonada a emissora. Isto ocorreu desde seu primeiro mandato. De 1995, quando houve a extinção da Rádio Timbira, até 2014, quando foi proibida a participação dos ouvintes nos programas da emissora. Ou seja, algo inconcebível para uma rádio pública. Censura em pleno século 21. Outra prova contundente do abandono da emissora são atuais níveis de audiência.

Além da rádio e do portal, existe uma expectativa de colocar outras plataformas em funcionamento?

Claro! Democratizar a comunicação é também disponibilizar à população um amplo leque de veículos, plataformas e ferramentas. O governador Flávio Dino já anunciou como uma das prioridades a reestruturação da Rádio Timbira. Vamos elaborar uma nova grade de programação com os cidadãos sendo partícipes do processo. Enfatizar a interação com os ouvintes e internautas por meio também das redes sociais.

Ampliar a cobertura da rádio com a presença em todas as regiões numa grande rede de rádios, especialmente comunitárias, além de implantarmos o portal da Timbira com informações de interesse público em todas as áreas.

Além disso, implantaremos canais diretos para comunicar melhor com a população. Hoje, temos um avanço significativo da internet no país com 42% das pessoas se informando por este meio. A força da internet, especialmente das redes sociais, restou provado na última eleição, apesar de nosso Estado ostentar índices vergonhosos em relação a outros estados. Temos a terceira pior média de intensidade de uso da internet com 3h52min à frente apenas do Amapá e Roraima. Ainda assim, as redes sociais tem sido relevantes para que a população consiga sair do cerco da mídia tradicional.

E sobre a internet o que está sendo pensado? 

Flávio Dino diz querer universalizar o acesso. Como afirmei nosso estado apresenta os menores índices de frequência de uso da internet com 21% de pessoas que usam este meio de comunicação sete dias por semana. Uma das propostas do governador Flávio Dino é desenvolver programas e projetos que possam reverter este cenário a partir da ampliação de internet de banda larga. A inclusão digital no Estado será desenvolvida com ações intersetoriais envolvendo várias secretarias.

Flávio Dino ainda diz em fornecer apoio a rádios comunitárias, jornais regionais e blogs noticiosos. Qual é a estratégia aqui discutida na Comunicação?

É preciso pensar a comunicação pública fora da lógica meramente publicitária. Esse é um modelo esgotado e que a própria população reprovou ao eleger Flávio Dino governador do Estado. Veja bem, por décadas a população foi bombardeada com publicidade e propaganda à exaustão. Na maioria das vezes, a propaganda confrontou a realidade. Precisamos associar à publicidade, informação e ações de comunicação cidadã. Buscar novas formas de comunicação direta com efetiva participação popular.

A grande extensão territorial do Estado somando ao elevado índice de analfabetismo torna o rádio um veículo forte, em parte das regiões chega a ser o principal meio de comunicação. Nesse contexto, teremos o fortalecimento da comunicação comunitária a partir de uma rede pública, liderada pela Rádio Timbira. Trata-se aqui de comunicação pública em que prevalecerá informação de interesse público. Espaço para discutir o estado. Em outra frente, haverá política de fortalecimento da comunicação regionalizada, respeitando as diversidades locais. O modelo adotado que privilegia as principais praças, como São Luís e Imperatriz, ficará para trás, com a valorização dos jornais regionais e blogs. Esta outra ferramenta importante que ocupa cada vez mais espaço na mídia estadual e terá do governo o apoio necessário obedecidos critérios técnicos, científicos e éticos.

O senhor como secretário de Comunicação participou da constituição do Conselho de Comunicação, o que isso traz de contribuição? Planeja-se fazer o mesmo no estado?

Este foi um processo exitoso iniciado pelo ex-secretário municipal de Comunicação, Márcio Jerry, que demos continuidade por entender ser um instrumento importante no planejamento, elaboração e acompanhamento das políticas públicas de comunicação. Passo essencial para democratizar o processo na medida em que oportuniza também a participação da sociedade civil organizada e confere mais transparência à comunicação. Por se tratar de um instrumento relevante, de forma intersetorial com a participação da Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular, haveremos de discutir e implantar também em nível estadual.
O senhor está se despedindo da Comunicação de São Luís, faça um balanço do seu trabalho.
Estamos concluindo um ciclo relativamente breve de oito meses à frente da Secretaria Municipal de Comunicação, mas integro a gestão do prefeito Edivaldo desde o início, portanto, há dois anos.

Avalio que acumulamos conquistas importantes, como a Lei que cria o Conselho Municipal de Comunicação; o processo em andamento no Ministério das Comunicações, que solicita outorga para implantar o Canal da Cidadania digital e em canal aberto; a modernização do portal da Prefeitura, conferindo mais dinamismo, serviços e interatividade com a população, a radioweb e TV Prefeitura. Enfim, a despeito das dificuldades enfrentadas, disponibilizamos várias ferramentas que são e serão úteis no processo de comunicação do município.

 Fonte: O Imparcial

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Presidente do Incra dá posse a superintendente do Instituto no Maranhão


Tomou posse nesta terça-feira (23), em Brasília, o novo superintendente regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) do Maranhão, Jowberth Frank Alves da Silva, de 39 anos. A portaria de nomeação foi assinada no último dia 19 e publicada no Diário Oficial da União (D.O.U) de 22 dezembro de 2014. 
O novo superintendente é formado em Sociologia pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), é professor concursado da rede pública estadual, atuou na área administrativa da Delegacia Regional do Trabalho e na Delegacia Regional do Ministério do Desenvolvimento Agrário (DFDA/AM). Atualmente, ocupava o cargo de coordenador Estadual de Regularização Fundiária da Amazônia Legal no estado do Maranhão.

O presidente do Incra, Carlos Guedes, deu posse a Jowberth Frank ressaltando que o interesse do Instituto é que a sua gestão assegure o acesso a terra e efetive o ingresso dos agricultores aos novos programas e ações do Instituto, como as chamadas públicas para contratação de assistência técnica e serviços de infraestrutura, o Sistema de Gestão Fundiária (Sigef), a Sala da Cidadania - a física e a virtual, para emissão de documentos e renegociação de dívidas -, o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera) e a nova forma de crédito, agora com a segurança do pagamento individual por meio de cartão magnético.

Guedes destacou ainda a participação do Incra/MA como fundamental para o cumprimento das metas nacionais do Instituto. Atualmente, o estado possui 4,6 milhões de hectares destinados à reforma agrária, distribuídos em 1005 assentamentos (130.131 mil famílias). "O Maranhão faz parte do Matopiba (Maranhão, Tocantins, Paraíba e Bahia), que é região de maior dinâmica da agricultura do Brasil e a maior fronteira agrícola da atualidade", lembrou o presidente, que pediu atenção a essa particularidade.

Jowberth Frank recebeu as orientações e destacou que a "complexidade fundiária do Maranhão exigirá o máximo de dedicação e empenho para que sejam encontradas soluções rápidas e eficazes para a ampliação do acesso à terra e para o desenvolvimento dos assentamentos criados".

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Transição/ movimentos sociais reagem bem à indicação do novo superintendente do no Incra no Maranhão

O sociólogo Jowberth Frank Alves da Silva, que até recentemente coordenava o programa Terra Legal no Maranhão é o novo superintendente regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). A portaria informando a nomeação do novo gestor do órgão no estado foi publicada nesta segunda-feira (22), no Diário Oficial da União (DOU).
Jowberth tem especialização acadêmica em Políticas Públicas na Universidade do Amazonas e já solucionou conflitos de terra e promoveu a regularização fundiária em diferentes regiões maranhenses, o que lhe garantiu o apoio de vários segmentos importantes ligados ao setor agrário.
ato de nomeação
Um dos que reconheceu a eficiência do trabalho realizado por Jowberth foi o Sindicato Nacional dos Peritos Federais e Agrários (SindPFA), regional Maranhão, que recentemente aprovou moção defendendo a indicação dele para o cargo. ” a indicação de Jowberth Frank Alves da Silva desponta como uma, senão a melhor indicação para a Superintendência deste órgão público (o Incra) de maior aproximação do homem do campo e de inegáveis ações promotoras de justiça social ao agricultor familiar”, assinala o SindPFA.
“No desempenho de seu papel como coordenador do programa Terra Legal, contornou com extrema habilidade conflitos existentes entre movimentos sociais no campo e fazendeiros na região sul do estado, evitando conflitos, como, por exemplo, o da Fazenda Cipó Cortado, culminando com a retomada pacífica da área, permitindo o assentamento de famílias pelo Incra”, acrescenta a entidade sindical.
Desde quando assumiu a coordenação do programa Terra Legal, Jowberth já promoveu uma série de realizações, entre as quais a titulação de famílias posseiras nas regiões do Alto Turi, Gurupi e Tocantina, levando o Maranhão a se destacar nacionalmente nas ações de realização fundiária. Ao todo, já foram tituladas, na gestão do coordenador, cerca de 1.200 famílias de trabalhadores rurais. Também já foram destinados cerca de 50 mil hectares para áreas urbanas dos municípios, beneficiando cerca de 200 mil famílias.
A atuação de Jowbert também se destaca pela mediação e solução de conflitos entre os movimentos de trabalhadores rurais e supostos grileiros da região Tocantina, para onde, por meio do programa Terra Legal, já foram destinados pelo Incra ceca de 2.700 hectares para criação de projetos de assentamento, beneficiando diretamente cerca de 144 famílias que há anos estavam em acampamentos nos arredores de fazendas.
Agora superintendente regional do Incra, o sociólogo tem plenas condições de tornar ainda mais dinâmica a política de reforma agrária no estado.


sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

UFMA GANHARÁ MODERNO NÚCLEO DE ARTES Reitor Natalino Salgado assinou ordem de serviço para início da obra


SÃO LUÍS – Os cursos de Artes Visuais, Música e Teatro da UFMA ganharão um novo prédio com dois pavimentos em uma área de nove mil metros quadrados. O reitor Natalino Salgado assinou hoje a ordem de serviço para o início das obras do espaço, batizado de Núcleo de Artes, com prazo de entrega para dezoito meses.  
A solenidade foi realizada no Centro de Ciências Humanas da UFMA e contou com as presenças dos coordenadores e chefes de Departamento das habilitações artísticas, de alunos representando o Centro Acadêmico de Teatro e Artes Visuais e dos professores que lideraram o projeto que originou o futuro Núcleo de Artes.
O prédio abrigará galeria de artes, salas de cinema e laboratórios para o desenvolvimento de atividades dos diferentes segmentos, como pintura, desenho, fotografia, escultura, dentre outras. A obra está orçada em R$ 12.757.088,26 e deve começar logo no início do ano.
O curso de Teatro terá em suas instalações sala para caracterização cenotécnica, expressão vocal, corporal, sala de dança e auditório com dois camarins e um palco. “Esse Centro é um sonho se tornando realidade, tendo em vista o comprometimento de todos os professores e do reitor para com as artes”, afirmou a aluna do curso de Teatro, Dayana Gomes.
A professora do Departamento de Artes Visuais, Ana Teresa Desterro Rabelo, conhecida como Estrelinha, lembrou como tudo começou. “Esse projeto do Núcleo teve início, primeiramente, com o pessoal do teatro que tinha planos de criar um teatro dentro da UFMA. Após essa primeira ideia, os demais cursos se uniram”, contou. O diretor do Departamento de Assuntos Culturais - DAC, Gersino dos Santos, disse ainda que o projeto inicial era no formato de um octógono. “Um espaço livre para trabalhar a arte, e hoje se transformou nesse prédio grandioso”, exultou.
Segundo o reitor Natalino Salgado, o futuro Núcleo de Artes é o resultado de uma idéia compartilhada, em um processo de integração das expressões artísticas, como espaço de transdisciplinaridade na Universidade. “Esse é um momento para selar o compromisso de várias pessoas na luta pela melhoria da UFMA. Não se constrói nada de um dia para o outro, pois precisamos de trabalho e união. Será feito um esforço imenso para que a inauguração aconteça até outubro, onde realizaremos uma grande comemoração”, enfatizou.


Homenageados relembram lutas passadas durante entrega do Prêmio José Augusto Mochel


O reconhecimento das lutas passadas e a celebração do novo momento político do estado marcou a noite de homenagens da 8ª Edição do Prêmio José Augusto Mochel. Ao relembrar a trajetória combativa dos que receberam a premiação nesta e nas edições anteriores, os homenageados assinalaram o novo momento político do Maranhão como um prenúncio para o estabelecimento de avanços sociais no estado.

Ao abrir a cerimônia de premiação, o governador eleito do Maranhão, Flávio Dino, que junto com o PCdoB criou a celebração, rememorou a vida e as lutas dos homenageados in memorian. "O sentido principal do Mochel é de sublinhar a luta dos que batalharam antes de nós para que fosse possível este momento de celebração da vitória", disse Flávio Dino.

O presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, avaliou o momento como uma oportunidade de reconhecer os ideais que nortearam a luta dos homenageados através do trabalho por um Maranhão mais justo e igual. “Este é o dia que buscamos na memória as luzes para o presente e para o futuro”.

Maria Querubina, uma das premidas, expressão da luta pela reforma agrária e valorização das quebradeiras de coco, frisou que será permanente a reivindicação pela transformação social, mas que a vitória de Flávio Dino representa uma grande esperança para as pautas sociais. “Este prêmio não é meu, é do povo do Maranhão que elegeu Flávio Dino. É o povo que merece este prêmio. Nossa luta continua, peço que não fique esquecida a luta dos extrativistas", avaliou.

Outras personalidades maranhenses também foram homenageadas no evento, entre elas, Dilermando Toni, Clay Lago, Francisco Sales e Haroldo de Oliveira. A cerimônia de entrega das premiações contou também com a participação de Laurinda Pinto, Bira do Pindaré, Julião Amin, Teresinha Fernandes, Elba Mochel e Reginaldo Teles.

No discurso de encerramento, Flávio Dino lembrou que a trajetória de vida de todos os homenageados na premiação representa uma inspiração para todos que desejam ser protagonistas na luta por um Maranhão melhor.

“A celebração do êxito de 2014 só é possível na dimensão do reconhecimento do passado. É celebrando os êxitos de 2014 que homenageamos os companheiros deste ano", finalizou Dino.

Conheça o perfil dos homenageados da Premiação José Augusto Mochel 2014:

José Machado

Liderança sindical do município de PIO XII assassinado na luta pela terra em 1983. José Machado era membro da Comissão Pastoral da Terra (CPT) e das comunidades eclesiais de base.

Nelson Brito

Foi coordenador do Laborarte e diretor do Teatro Artur Azevedo, com destacada militância na área cultural. Nelson Brito coordenou o Festival Internacional de Música de São Luís, presidiu a Fundação Municipal de Cultura e foi membro da Confederação Nacional de Teatro.

Antônio Soares

Militante político histórico do Partido dos Trabalhadores, Antônio Soares era funcionário público e defensor das causas do povo. Morreu em junho deste ano em sua cidade natal Barra do Corda.
 
Dilermando Toni

Economista mineiro que mudou para o Maranhão em 1970. No município de Santa Luzia Dilermando Toni articulou uma estrutura em apoio a guerrilha do Araguaia. Foi presidente do PCdoB/MA na década de 80 e hoje é membro do Comitê Central.

Clay Lago

Médica formada pela Universidade Federal do Maranhão. Militante política e social, fez de sua vida profissional um instrumento de luta a favor das lutas de libertação dos oprimidos. Fundadora do Partido Democrático Trabalhista do Maranhão e membro do Diretório Estadual sendo candidata ao Senado da República em 1982 e a Vice Governadora em 1998 pela legenda do PDT. Quando Primeira Dama do Município (3 vezes) e do Estado, coordenou os Foros de Primeiras Damas, onde foram discutidas a implantação e descentralização de Políticas Públicas Federais e Estaduais no Estado  e nos Municípios.Atualmente é Presidente do Instituto Jackson Lago.

Francisco Sales

Líder sindical e ex-presidente da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Estado do Maranhão (Fetaema), Francisco Sales tem reconhecida atuação na luta pelos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras rurais.

Maria Querubina

Quebradeira de Coco com grande atuação na luta pela reforma agrária, Maria Querubina é residente do assentamento da Vila Conceição, em Imperatriz e será homenageada por sua reconhecida atuação na luta pelos direitos dos agricultores familiares e extrativistas.

Haroldo de Oliveira

Haroldo de Oliveira é fundador do Sindicato dos Ferroviários e tem reconhecida atuação na história das lutas sociais do Maranhão. Hoje, Haroldo é presidente municipal do PCdoB.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Prefeitura realiza mostra educacional com estudantes do município


A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria de Educação (Semed), realizou nesta quarta-feira (17), no Parque do Bom Menino, a I Mostra Educacional de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente. Participaram do evento 32 escolas da rede municipal que apresentaram projetos executados nas unidades de ensino ao longo do ano letivo, com o objetivo de compartilhar conhecimentos e experiências do trabalho desenvolvido.
O secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho, esteve presente e visitou os stands de todas as escolas. “Com este evento conseguimos fazer com a que a Educação transborde os muros das escolas, como defende o prefeito Edivaldo. Realizamos hoje a culminância dos trabalhos realizados dentro das escolas e isso se deve em muito ao trabalho extraordinário desenvolvido pelos nossos professores, que ensinam nossas crianças com generosidade e dedicação”, destacou.
A abertura oficial da I Mostra Educacional da Semed foi realizada pela banda Amadeus Mozart, pelos estudantes do coral de surdos da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Maria Alice Coutinho e pelo coral da creche Olívio Castelo Branco, que realizaram uma cantata com músicas natalinas. A programação contou ainda com a presença dos veículos do projeto Carro-Biblioteca, do Núcleo de Braille da Educação Especial e do Programa Saúde na Escola (PSE).
As crianças da Educação Infantil da U.E.B. Moranguinho, no Monte Castelo, produziram para a mostra uma releitura das obras do artista plástico pernambucano Romero Britto. O tema da apresentação foi “Por um mundo mais colorido – fazendo arte com Romero Britto”. Os quadros e objetos pintados pelas crianças tiveram o acompanhamento da professora Érica dos Guaranis Siqueira, que trabalhou a temática com 80 crianças de cinco turmas da creche, durante aproximadamente oito meses, entre abril e novembro deste ano.
Érika Siqueira conta que as crianças se identificaram muito com as obras de Romero Britto, especialmente as que retratam os animais. O envolvimento dos pais e mães das crianças também foi grande. “Dei liberdade para as crianças criarem. Elas mesmas escolherem as telas de Romero que iriam pintar e ajudaram a juntar sucatas para a construção dos trabalhos; pratinhos de isopor, rolos de papel higiênico, CDs descartáveis, entre outros materiais; e tudo isso com a ajuda de seus pais. Foi uma forma que encontrei de trabalhar também a questão da sustentabilidade”, explicou.
A pequena Danielly Maria Oliveira Dantas, 5 anos, do turno matutino da U.E.B. Moranguinho, disse que teve a ajuda das colegas e também da professora para pintar o gato com gravata de borboleta – uma versão infantil de um dos quadros de Romero Britto. “Fiquei pintando, pintando, igual uma artista”, falou sorrindo. Ela também pintou uma bolsa que deu de presente para a mãe. “Minha mãe ficou muito feliz e me agradeceu”, declarou.
Outro trabalho de destaque apresentado na I Mostra Educacional da Semed foi o Projeto “Seres Vivos – Horta e Minhocário”, produzido por alunos do 7º ano da U.E.B. Maria Alice Coutinho, sob a coordenação do professor Fernando Antônio Oliveira Coelho. Ele explicou que resolveu desenvolver o projeto pelo fato da escola ainda não ter um laboratório e perceber na horta e no minhocário a possibilidade de atrelar o conhecimento aprendido em sala de aula à prática.
“Encontramos uma forma de aproveitar ao máximo um pequeno espaço da escola como nosso laboratório de Ciências, onde os alunos conhecem na prática a relação entre as plantas e os animais e o desenvolvimento dos mesmos”, explicou. Ele ressaltou que os estudantes perceberam a importância, do ponto de vista ambiental, da construção do minhocário e entenderam melhor sobre a constituição física desse animal invertebrado.


terça-feira, 16 de dezembro de 2014

UFMA homenageia magistrados com a comenda Palmas Universitárias


A Universidade Federal do Maranhão concedeu a comenda Palmas Universitárias ao juiz de Direito Marlon Reis, um dos autores da Lei da Ficha Limpa, e ao desembargador James Magno Farias, vice-presidente e corregedor do Tribunal Regional do Trabalho - TRT e professor da UFMA. A honraria foi entregue pelo Reitor Natalino Salgado, na última sexta.
Ao agradecer a homenagem, o juiz Marlon Reis disse que UFMA representa muito para ele. “A Universidade abriu portas para que eu pudesse me tornar magistrado, para que eu pudesse dar a minha modesta contribuição, que eu espero estar dando, à sociedade. E voltar à Universidade Federal do Maranhão sempre me emociona”, acrescentou o juiz, que se graduou em Direito pela UFMA.
O desembargador James Magno Farias também se disse honrado e feliz com a distinção. “Primeiro, por ser maranhense que, para mim, é fundamental este reconhecimento. Segundo, por ser egresso desta Universidade. Eu entrei na UFMA em 1986 e foi a turma na qual eu estudava que me moldou como pessoa, como humanista, que fez eu me apaixonar pela Universidade. Tanto que me formei em 1991 e, no ano seguinte, já retornava como professor”, contou.
A outorga das Palmas Universitárias aos magistrados, segundo o reitor Natalino Salgado, é também uma deferência àqueles que ajudam a construir, com um bom desempenho em suas áreas de atuação, o aperfeiçoamento do processo de democratização e das políticas públicas do Brasil. “A universidade se engrandece quando, além dos conhecimentos científicos produzidos, pode prestar o reconhecimento público a personalidades que contribuem para a garantia dos direitos dos cidadãos”, enalteceu.
Maior distinção honorífica da UFMA, a comenda "Palmas Universitárias" existe há 28 anos e é concedida a personalidades que se destacaram em suas atividades, merecedoras de reconhecimento público por toda comunidade acadêmica. Os homenageados recebem uma placa e um diploma.


Parceria na educação: Prefeitura de São Luís e Uema

A Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), em parceria com a Prefeitura de São Luís, realizou neste sábado (13) a aula inaugural do curso de Licenciatura em Pedagogia para 250 profissionais da Educação da rede municipal de ensino e de escolas comunitárias localizadas na capital maranhense. O evento ocorreu no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema)
O secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho, ressaltou que a parceria para formação dos profissionais da Educação também beneficia os estudantes, que terão em sala de aula professores ainda mais capacitados e motivados.
“A valorização do servidor público municipal é uma das principais diretrizes da nossa gestão. Neste contexto, proporcionar a formação de educadores que atuam tanto na rede municipal de ensino quanto em escolas comunitárias, demonstra a nossa atenção à capacitação de servidores, um dos pilares da valorização profissional”, assinalou Castro.
O secretário lembrou que o termo de cooperação técnica assinado este ano com o reitor da UEMA, José Augusto Oliveira, prevê a oferta de 125 vagas de graduação em Licenciatura em Pedagogia para os professores da rede municipal e mais 125 vagas para educadores de escolas comunitárias. As vagas foram destinadas prioritariamente aos professores que ainda não possuíam graduação.
O curso de Licenciatura em Pedagogia será ministrado na modalidade Educação à Distância e tem execução prevista para quatro anos, com carga horária de 3.330 horas. A estrutura do curso segmenta-se em três núcleos de estudo: básico, de aprofundamento e integrador. Cada um desses eixos ocorre em momentos distintos, contemplando seminários presenciais para os quais estão previstos palestras, estudos de caso, orientação acadêmica e avaliações interdisciplinares.

Além do acesso ao ensino superior, o termo de cooperação técnica também disponibilizou 85 vagas em cursos de pós-graduação da UEMA aos profissionais da Educação, sendo 15 para Gestão Pública, 15 para Gestão Pública Municipal, 15 para Psicologia da Educação, 10 vagas para Educação do Campo, 15 para Gestão em Saúde e 15 para Ensino da Genética. Os cursos de pós-graduação tiveram início no último dia 29 e também são ministrados através da modalidade Educação à Distância.





sábado, 13 de dezembro de 2014

Frei Beto será embaixador do Maranhão na luta pela melhoria dos indicadores sociais do Estado


Kátia Trindade, Frei Beto e o Secretário Marcio Jerre
Presidente do PCdoB estadual e próximo secretário de Articulação Política e Assuntos Federativos convidou o ativista Frei Betto para ser o embaixador do Maranhão na luta pela melhoria dos indicadores sociais do Maranhão. Em visita feita ao religioso em São Paulo, Márcio Jerry transmitiu a intenção do próximo governo de ter como foco o combate às desigualdades sociais.
Frei Betto concordou com a ideia e agradeceu pelo convite e, por telefone, foi contatado pelo futuro governador do Maranhão. Na ligação, Flávio Dino reiterou o convite para que Frei Betto se engaje na superação do desafio do IDH maranhense e agradeceu pelo interesse demonstrado pelo religioso em fazer parte do novo momento que viverá o Maranhão, a partir de um governo voltado para a mobilidade ascendente dos indicadores sociais.
“Vinha acompanhando a conjuntura política desde 2010 no Maranhão e torci muito pela vitória de Flávio Dino”, disse, ao destacar que a luta pela superação do ciclo oligárquico no Maranhão comandada por Dino é pauta corriqueira nos círculos de diálogos dos movimentos sociais.
Acompanhado da futura chefe da Assessoria Especial do Governador, Karla Trindade, Márcio Jerry destacou a importância da ajuda de Frei Betto na composição de uma frente social para combater os índices sociais e a desigualdade no Maranhão. “Toda a experiência dele (Frei Betto) e a referência que tem podem nos ajudar muito. Estamos muito contentes com a participação, embora à distância, do frei Betto nesse esforço civilizatório liderado por Flávio Dino no nosso estado,” afirmou Jerry.
O combate às desigualdades sociais foi a pauta central proposta por Flávio Dino durante as eleições de 2010. O Maranhão é o penúltimo colocado no ranking dos estados na avaliação do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) – que mede a qualidade de vida das pessoas em todo o mundo. O índice tem como referência os indicadores de Saúde, Educação e Renda avaliados por município, estado e país.
Para diminuir as desigualdades e fazer com que as riquezas naturais e potencialidades econômicas do Maranhão sejam utilizados em prol de todos, Flávio Dino pretende implantar uma política ousada de combate à pobreza e ao analfabetismo no estado, promovendo também o acesso à saúde preventiva.
Ao aceitar o convite para ser o embaixador do Maranhão na luta pela superação dos indicadores sociais, Frei Betto se torna mais um forte aliado para melhorar o quadro social do estado a partir de janeiro de 2015.

Caso Saraiva: ex-funcionário pode estar por trás de trama contra Tanaka

Há fortes indícios de que um ex-gerente esteja por trás da onda de mentiras, calúnias, injúrias e difamações contra senhor Jackson Douglas Almeida Irineu, mais conhecido como Tanaka, dono da Tanaka Dedetizações e Serviços Gerais Ltda.
Nas primeiras semanas do mês novembro deste ano, setores da imprensa maranhense deram amplo destaque para o assassinato do fiscal da Secretaria Estadual da Fazenda, José de Jesus Gomes Saraiva.
Nada mais justa a preocupação da mídia local para tamanho ato de violência e covardia contra um funcionário público, não fosse os ingredientes que podem estar por trás do assassinato.
Em primeiro lugar, vale destacar um detalhe importante, qual seja: a semelhança do nome do empresário Tanaka com o do suposto mandante do assassinato.
Ainda que não se trate especificamente de um caso de homônimo, o nome “Jackson Douglas Almeida” é parecido com “Jack Douglas Vieira de Matos”. Ocorre que o primeiro nunca teve nada a ver com o assassinado do fiscal da receita estadual, já o segundo, também conhecido como “Baiano”, está sendo procurado pelo Polícia Civil exatamente porque é o principal suspeito por matar ou ter mandado matar José Saraiva.
Em segundo lugar, Tanaka nunca esteve envolvido em quaisquer tipos de crimes seja contra a vida de alguém, seja contra a administração pública municipal, estadual ou federal. Talvez, para alguns, o seu único “crime” de Tanaka é trabalhar incansavelmente, gerar empregos para a sociedade e impostos para os governos.
Traição e inveja
Segundo os primeiros dados levantados por uma equipe de advogados que acompanham o caso, um ex-gerente, após ganhar a confiança do empresário Tanaka e um aumento considerável no salário, entre outros benefícios, começou a se interessar pela exploração da mesma atividade comercial da Tanaka Dedetização, a ponto de abrir sua própria empresa, inclusive com o mesmo objeto social da empresa de Tanaka, e tendo como sócio um funcionário da Secretaria Municipal de Turismo (Semtur) da Prefeitura de São Luís.
O mais grave é que o ex-gerente estava utilizando-se de toda a logística (equipamentos, produtos, veículos, banco de dados de clientes etc) da Tanaka Dedetizações em benefício da empresa que abriu para si.
Ao tomar conhecimento, e confirmar as trapaças do então gerente, o senhor Tanaka não teve outra alternativa que não demitir o farsante por justa causa, o que pode ter motivado seu ódio numa proporção tão patológica que teria chegado a usar as redes sociais, incluindo blogs e grupos no Whatsapp, para espalhar a onda de boatos criminosos  contra o empresário Jackson Douglas Almeida Irineu (Tanaka), certamente aproveitando a coincidência do nome do empresário com o do verdadeiro suspeito pelo crime.
Tanaka já está com vários boletins de ocorrências registrados na polícia e está reunindo um calhamaço de provas para deixar claro o quê e quem estar por trás do massacre moral contra o empresário maranhense.
Outra providência que está sendo tomada é a procura da justiça para reparar os estragos feitos não somente à imagem do cidadão Jackson Douglas Almeida, mas também à empresa Tanaka Dedetização e Serviços Ltda.
 “Ainda estou sofrendo muito com este isto tudo. O que me restou foi apenas procurar a Justiça para poder me defender das maldades que fizeram ainda estão fazendo comigo. Só que estou fazendo tudo com muito cuidado e responsabilidade para não cometer os mesmos erros que fizeram comigo. Temo também pela minha integridade física e dos meus familiares”, afirmou o empresário.
Fonte:Blog do Robert Lobato