Peixe na mesa

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Vereador cobra da Semus informações sobre contrato com a ICN


 
O vereador Fábio Câmara (PMDB), líder da oposição na Câmara Municipal de São Luís (CMSL), pediu na semana passada, informações à Secretaria Municipal de Saúde (Semus), sobre o contrato da pasta com o Instituto Cidadania e Natureza, que vence este mês. O Instituto é classificado como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip).
Segundo Fábio Câmara, o contrato com o ICN, no valor de R$ 15 milhões, foi assinado no dia 24 de julho do ano passado, num processo de escolha longe da clássica licitação. O parlamentar oposicionista pediu à Semus, que encaminhe ao seu gabinete cópias do contrato, relação de funcionários do instituto que prestam serviços nas unidades de saúde e o Plano Operativo, que é parte integrante do acordo.
“Solicito as informações para apurar supostos indícios de malversação de recursos federais na área da Saúde. Por isso, estou buscando a prestação de contas do Instituto com a Prefeitura para confrontar as informações. Um dos objetivos dessa apuração é saber se a Oscip foi contratada dentro da legalidade e um dos nossos focos nessa investigação é, inclusive, buscar os contratos dos funcionários [com carteira assinada] que prestam serviços à prefeitura”, afirmou.
Além da Secretaria, o vereador pediu informações também ao próprio ICN. Ele afirmou que o contrato com vigência de 10 meses, termina no próximo dia 24 de maio.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Câmara de São Luis



Poder público e sociedade civil revisam Plano Municipal de Educação

Acontecem até o dia 27 de abril as discussões para revisão do Plano Municipal de Educação (PME). As reuniões estão sendo realizadas no auditório da creche Maria de Jesus Carvalho, na Camboa, e são conduzidas pelo Fórum Municipal de Educação de São Luís (FME). O objetivo é congregar representantes do poder público e da sociedade civil organizada para somar as contribuições finais ao texto do Plano Municipal de Educação (PME).
A aprovação do texto final do PME se dará durante a Conferência Municipal de Educação prevista para o mês de maio. O secretário municipal de Educação e coordenador do FME, Geraldo Castro Sobrinho, destacou a importância da participação popular na elaboração do documento.
“O Plano Municipal de Educação de São Luís foi construído com ampla participação popular. Nesta etapa, em que nos aproximamos da versão final deste documento, o engajamento da sociedade civil é ainda mais importante, pois vai assegurar que os anseios de todos os segmentos sejam contemplados”, declarou Geraldo Castro.
Reuniões
O Plano Municipal de Educação é um documento que deve ser elaborado coletivamente por cada um dos municípios brasileiros e que contém as metas e estratégias para cada segmento educacional pelos próximos dez anos. Estas metas e estratégias devem refletir soluções para as principais demandas na área da Educação em uma cidade.
As reuniões iniciaram na quinta-feira (16), com foco na área de Ensino Fundamental. Foram revistas as metas 2, 5, 6 e 7 do PME. Já na sexta-feira (17), a discussão será sobre o segmento de Educação Infantil e as metas 1 e 6 do plano. No dia 22 de abril, a discussão será retomada com a área de Educação de Jovens, Adultos e Idosos e a análise das metas 8, 9 e 10, no turno matutino, e com a área da Educação Especial, contemplada nas metas 4 e 6 do PME, no turno vespertino.
No dia 23 de abril, o foco é o financiamento da Educação, conforme a meta 20. No dia 24, O Ensino Médio (metas 3 e 11) e a Educação Superior e a pós-graduação (metas 12, 13 e 14). As discussões encerram no dia 27 de abril, com a pauta de valorização dos profissionais do magistério, contemplada nas metas 15, 16, 17 e 18 do Plano Municipal de Educação.
A secretária executiva do Fórum Municipal de Educação, Érika Fernandes, ressaltou a importância e presença da população, entidades e sociedade civil nestas reuniões. “Estamos oferecendo nossas sugestões a fim de complementar as metas estratégicas para o documento que será institucionalizado por meio de Lei Municipal. Todos são convidados a participar do processo para contribuir de maneira democrática neste planejamento, que envolve benefício para todos os cidadãos”, disse ela.
Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação (Secom)

Autoridades prestigiam aula inaugural do Projeto Bombeiro Mirim em Bacabeira



Na manhã deste domingo(19), várias autoridades, entre elas, o secretário de Segurança do Estado – Jefferson Mulher Portela, o deputado estadual Cabo Campos(PP) e o comandante geral do CBMMA – coronel Celio Roberto de Araújo Pinto, estiveram prestigiando a aula inaugural do “Projeto Bombeiro Mirim Força Jovem” de Bacabeira, coordenado pelo capitão da Reserva Remunerada do CBMMA - Lucas de Jesus Gomes Lindoso.
Além das autoridades acima mencionadas, o coronel Joabe Pereira, chefe da Diretoria de Apoio Logístico, os tenentes coronéis Rocha Silva e Marcos Veras(Chefe de Gabinete),  e o major Cláudio Bezerra, diretor do Colégio do Bombeiro Militar 2 de Julho - estiveram compondo a mesa de abertura do evento, que ocorreu na Unidade Integrada Osvaldino José de Sousa, localizada em Perizes de Baixo, naquela cidade.
Em um discurso bastante empolgado, pela grandiosidade do projeto, o secretário Jeferson Portela evidenciou a importância do trabalho direcionado para o público nessa faixa etária. “Precisamos dispensar uma atenção especial a esses jovens, pois do contrário, certamente, iremos perdê-los para o mundo das drogas, por isso a nossa intenção à frente da SSP, é prestar apoio, incondicional, as brigadas instaladas nos quatro cantos do Estado”, enfatizou Portella.
O deputado cabo Campos parabenizou a iniciativa do Corpo de Bombeiros do Maranhão, e ratificou a relevância do Bombeiro Mirim, razão essa que o fez elaborar um projeto, já aprovado pela Assembleia Legislativa, aguardando o recebimento de emendas, que dispõe sobre a criação do Programa  nas unidades do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Maranhão.
“Ao dar uma ocupação sadia aos adolescentes e jovens, instruindo-os sobre valores essenciais, evita-se que fiquem nas ruas e caminhem para a marginalidade”, frisou Cabo Campos. De acordo com a proposta aprovada na AL, o programa será desenvolvido mediante a celebração de convênios com as prefeituras municipais interessadas, parcerias com organizações não governamentais e empresas.

Já o comandante geral do CBMMA - coronel Roberto, também parabenizou a iniciativa, mas ressaltou a importância do disciplinamento para abertura de novos grupos. “Com o apoio do Governo do Estado, por intermédio da SSP, a nossa intenção é instalar brigadas nos 217 municípios maranhenses, mas, para isso, alguns critérios precisarão ser atendidos, haja vista que o nome da nossa Corporação chancela o projeto”, disse o coronel Roberto.

Segundo o coordenado do “Programa Força Jovem de Bacabeira”, capitão RR – Lucas, além do ponta pé inicial das atividades no ano de 2015, o evento teve como objetivo reivindicar uma atenção maior, no tocante a segurança pública, para aquele município. “Diariamente, travamos aqui em Bacabeira uma luta do bem contra o mal, pois enquanto tentamos orientar, proteger e capacitar as nossas crianças e adolescentes, os bandidos tentam capta-los para o mundo do crime”, enfatizou o capitão RR – Lucas.
Em Bacabeira, os alunos participam de aulas práticas e teóricas, tendo acesso, ainda, aulas de reforço escolar, orientação sexual, orientação para o trânsito, salvamento terrestre, aquático, em altura, preservação do meio ambiente, entre outros.
Assim como o Golfinho e Melhor Idade, o Bombeiro Mirim do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão, coordenado pelo tenente coronel Isaac Muniz Matos, é um programa de cunho social, implementado na instituição desde 2005, e que atualmente atende 5200 jovens com idades entre 10 e 16 anos, em 54 municípios maranhenses, preferencialmente, em situação de vulnerabilidade social.

“O objetivo central deste programa é reduzir o índice de evasão escolar, evitar o envolvimento de menores carentes com maiores infratores e, assim, reduzir os índices de criminalidade, situação cada vez mais frequente, devido ao crescimento urbano acelerado e desordenado”, finalizou o TenCel. Izac.

Fonte: Assessoria


Astro de Ogum doa material para construção de associação no Tiradentes I


Na manhã deste sábado(18), centenas de moradores do Residencial Tiradentes I, nas proximidades da Santa Clara - receberam com festa o material de construção doado pelo vereador Astro de Ogum(PMN), para construir a sede da Associação dos Moradores do bairro.
Segundo o presidente da entidade - Raimundo Nonato Carvalho Nascimento - desde a fundação da comunidade, em 2008, para alcançar os benefícios já conquistados, o vereador desempenhou um papel decisivo.
 “A atuação do vereador Astro de Ogum tem sido fundamental. Durante esses oito anos, por meio do prestígio político dele, a comunidade já obteve várias benesses, tais como, transporte coletivo, condição de trafego nas urnas, energia e água, através da perfuração do poço e fixação de toda a rede distribuidora até as casas”, afirmou o presidente Nonatinho.
A sede da entidade, que será construída em regime de mutirão, ficará pronta nos próximos meses, e, além da parte administrativa, servirá para reuniões, palestras e cursos.
É oportuno salientar que, o trabalho político do parlamentar, não se concentra apenas no Tiradentes I, mas, também, Tiradentes II, Residencial Alexandra Tavares e Maria Aragão, beneficiando, assim, de forma direta, mais de cinco mil famílias.

Fonte: Assessoria


Prefeitura encerra Semana do Livro Infantil com programação lúdica na praça do Viva Bairro de Fátim

O encerramento da Semana do Livro Infantil, promovida pela Prefeitura de São Luís, levou centenas de crianças a Praça do Viva Bairro de Fátima, na tarde desta sexta-feira (17), onde tiveram a oportunidade de ouvir histórias, participar de brincadeiras e sorteios de livros e ainda ouvir musicas infantis apresentadas pela banda do 24º Batalhão de Infantaria Leve (BIL). A primeira-dama do município, Camila Braga, acompanhou o encerramento das atividades organizadas pela Fundação Municipal de Cultura (Func) e Biblioteca Municipal José Sarney.
A expectativa para o próximo ano é ampliar as atividades da Semana do Livro Infantil para outros espaços. "A Prefeitura de São Luís tem investido na educação, no incentivo à leitura, no programa de erradicação do analfabetismo, sempre atuante junto à população incentivando esses movimentos para estimular a leitura de nossas crianças e jovens", disse Camila Braga. Ela estava acompanhada do presidente da Func, Marlon Botão e da coordenadora da Biblioteca Municipal, Rita Oliveira. Os escritores Wilson Marques e Márcio Almeida também acompanharam as atividades no Viva Bairro de Fátima.
Camila destacou que o movimento que a Prefeitura tem feito nos bairros de São Luís tem tido aprovação da comunidade. "Isso só nos estimula a organizar cada vez mais momentos como este, com a comunidade", completou a primeira-dama. A programação da Semana do Livro Infantil contou com o apoio do SESI, e da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas), que forneceu lanche para os alunos que participaram das atividades.
A dona de casa, Conceição Pires, moradora do bairro, foi à praça levar sua neta, Amanda Brito, de 4 anos, para participar da programação. "Ela está gostando muito. Meu outro neto também queria vir, mas não pôde por estar na escola. Essa é uma iniciativa muito boa, pois a leitura é importante em todas as idades", disse.
A aluna Stefane Martins, de 9 anos, estudante do 4ª ano do Instituto Educacional Betel, ganhou um dos livros sorteados durante o evento e ficou radiante. "Estou muito feliz porque gosto muito de ler e agora tenho um livro novo", disse Stefane toda sorridente segurar o livro "A Menina Levada e a Serpente Encantada" do escritor Wilson Marques.
O presidente da Func, Marlon Botão, destacou que mais uma vez a Prefeitura está junto da população, buscando estimular o conhecimento, fazendo a comemoração da Semana do Livro Infantil. "O prefeito Edivaldo tem nos orientado a procurar buscar nas comunidades a participação em todas as atividades relevantes", disse o presidente.
Os escritores Wilson Marques e Márcio Almeida destacaram a importância da realização de eventos como este. "É um esforço que se faz no sentido de divulgar o livro, a leitura. E para o escritor é sempre uma oportunidade de conversar e fortalecer a relação com a comunidade", disse Wilson Marques.
"A gente entende que o livro é um ser vivo, ele tem muitas qualidades, ele é inteligente, amigo, trabalha o sentimento. O livro trabalha preceitos que são fundamentais para que a criança, ao longo de sua vida, possa desenvolver", destacou Márcio Almeida.

DOAÇÃO DE LIVROS
Como parte das atividades da semana, iniciada na segunda-feira (13), a biblioteca também deu início a uma campanha de doação de livros, que poderão ser entregues na Biblioteca Municipal José Sarney, localizada na Rua do Correio, s/n, Bairro de Fátima. A coordenadora da biblioteca informou que os livros arrecadados serão doados para o Instituto Educacional Betel, do bairro do João Paulo.

Fonte: Assessoria