terça-feira, 27 de janeiro de 2015

"Tubarão Branco" agora é do Mengão!

Jonas, de 23 anos, agora é jogador do Mengo
O Flamengo confirmou na noite desta segunda-feira a contratação do volante Jonas, de 23 anos, que disputou a Série B ano passado pelo Sampaio Corrêa, do Maranhão. O jogador esteve muito perto de acertar com o Corinthians, mas desistiu da transferência no último sábado. Ele assinou contrato de quatro anos com o rubro-negro carioca. A apresentação oficial está prevista para quarta-feira, pela manhã, no Ninho do Urubu.
- Estou muito feliz. Graças a Deus e com muito esforço e trabalho consigo o que almejei: jogar em um time como o Flamengo. A felicidade é muito grande, até porque minha família toda é flamenguista. Agora poderei vestir a camisa rubro-negra com minha família torcendo junto – afirmou Jonas ao site oficial do novo clube.
Jonas é o sexto reforço do Flamengo para a temporada, após Marcelo Cirino, Arthur Maia, Thallyson, Pará e Bressan. No início do ano, depois de anunciar os cinco primeiros reforços, a diretoria rubro-negra prometeu mais dois até o fim de janeiro. Embora falte apenas um nome para cumprir a meta, o clube trabalha em duas frentes para fechar o elenco: o meia argentino Montillo, que está insatisfeito no Shandong Luneng, da China, e já declarou seu desejo de atuar pelo rubro-negro, e o volante Cícero, cujo futuro no Fluminense depende de negociações com a antiga patrocinadora do tricolor.


Prefeitura dobrou número de salas de recurso para atendimento a estudantes

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), reforçou o atendimento a estudantes com deficiência com a implantação de 39 novas salas de recurso ao longo da atual gestão. No início de 2013, a rede municipal de ensino dispunha de 77 salas de recurso. Hoje, são 116 – um aumento de mais de 50% em dois anos.
As salas de recurso multifuncionais são espaços construídos e mantidos pela Prefeitura de São Luís para receber, no contraturno escolar, crianças e adolescentes com deficiência, transtornos globais de desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação. Elas possibilitam atendimento educacional especializado e atendimento individual para, a partir do conhecimento das necessidades específicas de cada aluno, promover o estímulo adequado das áreas necessárias e potencializar o aprendizado. Atualmente, a Prefeitura de São Luís atende a 730 estudantes nesses espaços.
O secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho, destacou o trabalho desenvolvido nas salas de recurso e o empenho do prefeito Edivaldo em assegurar uma educação inclusiva a todos os estudantes matriculados na rede escolar de São Luís. “Temos promovido a otimização dos atendimentos na área de Educação Especial, bem como aumentado progressivamente a oferta de cursos e oportunidades de formação na área. O competente e dedicado trabalho desenvolvido pelos educadores que atuam nas salas de recurso é mais um passo em direção à nossa meta, que é a de melhorar cada vez mais a qualidade da educação oferecida pela rede municipal de ensino de São Luís”, disse Geraldo Castro.
A ampliação no número de salas de recurso veio a partir de uma parceria com o governo federal, por intermédio do Ministério da Educação. Com a parceria, foram adquiridos kits de informática, cada um com dois notebooks e uma impressora; e kits de material pedagógico, com jogos de memória, alfabeto móvel, tapete alfabético, dominó em Libras e em números, esquema corporal e kit de lupas. A Prefeitura de São Luís, por sua vez, reforçou o quadro de professores das salas com a contratação de novos profissionais mediante processo seletivo simplificado, disponibilizou oportunidades de formação continuada e proporcionou espaço adequado nas escolas para a implantação das salas.
ALTAS HABILIDADES
Victor Gabriel Marques Rios, 6 anos, estuda na Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Bernardina Spíndola, no Centro. Identificado com altas habilidades aos três anos de idade, ele é atendido na sala de recurso da U.E.B. Luís Serra, próxima à sua residência. Agora, ele se prepara para iniciar um novo desafio: aprovado em 1º lugar no seletivo de uma prestigiada escola particular de São Luís, o garoto recebeu uma bolsa de estudos integral.
Vera Lúcia Marques Barbosa, mãe de Victor Gabriel, diz que o trabalho desenvolvido nas salas de recurso foi fundamental para o desenvolvimento integral do estudante, que aprendeu a ler sozinho, com dois anos e dois meses, mas tinha dificuldades com a escrita, coordenação motora e socialização. “Depois que o Victor começou a frequentar esse espaço, ele desenvolveu a escrita, o relacionamento com os colegas e até começou a organizar melhor seus horários para brincar e estudar”, comentou a mãe. Foi da professora da sala de recursos a ideia de inscrever o filho em um processo seletivo de escola particular. “Eu disse não várias vezes e foi a professora da sala de recursos que me convenceu. Nunca imaginei que alguém da minha família teria uma oportunidade como esta”, disse.
“Quando ele chegou aqui, aos três anos, o vi certa vez parado de frente para um cartaz no pátio e parecia que estava lendo, mas não dei muita atenção. Até que a professora dele, nos primeiros dias de aula, nos chamou para dizer que tinha um aluno que já sabia ler”, contou Ruth Pereira Rocha, coordenadora pedagógica da escola.
A matéria que Victor mais gosta de estudar é matemática. “Eu já sei ler, então o que eu mais gosto de fazer agora é brincar com os números”, diz o garoto. Ele diz que vai sentir falta dos colegas da U.E.B. Bernardina Spíndola, mas conta que já visitou a nova escola e gostou muito do ambiente e do parquinho, por causa do escorregador. “Quero fazer muitos amigos, estudar e brincar muito na nova escola”, discorre Victor Gabriel – de grande potencial e de muitos talentos.
SAIBA MAIS
A implantação das salas de recursos passou a ser obrigatória a partir de 2008, quando foi aprovada a Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Atualmente, todos os sete núcleos geográficos em que está dividida a rede municipal de ensino possuem escolas equipadas e com salas de recursos em funcionamento. A Superintendência da Área de Educação Especial (SAEE) da Semed possui uma equipe técnica de aproximadamente 50 profissionais que atuam nas escolas para viabilizar ações que priorizem o atendimento às crianças e adolescentes com necessidades educacionais especiais, bem como orientação e acompanhamento das famílias desses alunos.


Flávio Dino reúne prefeitos para articular ações nos 30 municípios do ‘Mais IDH’

O governador Flávio Dino e o vice Carlos Brandão recepcionaram, nesta segunda-feira (26), prefeitos e sindicalistas para apresentar o conjunto de ações que serão articuladas pelo Executivo Estadual para alavancar os indicadores sociais dos municípios contemplados com o Plano de Ação ‘Mais IDH’. A reunião, no Palácio dos Leões, teve o intuito de convocar os prefeitos a unirem esforços para viabilizar ações concretas que garantam condições de vida digna a todos os maranhenses.

As ações do Plano de Ação ‘Mais IDH’ beneficiarão os 30 municípios com menor desempenho no Índice de Desenvolvimento Humano no Maranhão, projeto que compõe o programa de governo debatido com a população durante o ano de 2014. Articulando as secretarias responsáveis pelas políticas públicas que serão implementadas já em 2015 em cada município que integra a lista daqueles com IDH mais baixo, o Estado promoverá ações focadas na promoção de qualidade de vida nesses locais.
 O governador explicou aos presentes cada uma das ações que serão implementadas ao longo dos próximos meses. Os secretários que integram o Comitê Gestor detalharam as ações que serão conduzidas em cada pasta, que terão direcionamento para as áreas da Educação, Atenção Básica à Saúde, melhoria do Saneamento, Habitação, Produção Agrícola, Combate ao Analfabetismo e à Fome, entre outros.
 Segundo Flávio Dino, a diretriz da gestão é garantir que esses municípios dêem um grande salto na qualidade de vida em um curto espaço de tempo, pois, pela primeira vez, terão atenção direcionada pelo poder estadual. “Tendo vontade política, vamos atrás de todas as condições financeiras e institucionais para fazer acontecer”, garantiu o governador ao explicar que está buscando pessoalmente o apoio do Governo Federal e dos municípios para realizar as ações num esforço conjunto.
O governador afirmou ainda que verbas do Fundo Maranhense de Combate à Pobreza e as parcerias com a União e outras entidades do poder público darão viabilidade a cada uma das ações.
 O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, Gil Cutrim, enalteceu a iniciativa do governador em ouvir os prefeitos, estabelecendo um marco no diálogo entre o governo estadual e os municípios. De acordo com o presidente, essa foi a primeira vez que a maioria dos prefeitos foram convidados a estar no Palácio dos Leões. 
 “Estou encantado com esta tarde que vai ficar para a história do Maranhão. Durante o encontro o governador demonstrou que conhece o nosso estado e que tem interesse em construir uma gestão participativa onde os prefeitos possam discutir a implementação de ações para que o Maranhão tenha um futuro promissor”, disse Gil Cutrim.
 A reunião foi elogiada pelos prefeitos, que se comprometeram em colaborar com as ações em prol da melhoria da qualidade de vida dos moradores. “Estamos de portas abertas para receber e colaborar com esse trabalho que vai tirar o nosso município desse cenário. Queremos que Fernando Falcão seja um dos melhores lugares para se morar e, para isso, estou pronto para ajudar a elevar os índices socioeconômicos do Estado”, disse o prefeito Antonio Moacir de Santana, do município Fernando Falcão, primeiro na lista de pior IDH.
 O município de Lagoa Grande do Maranhão, com 12,8 mil habitantes, está na sexta colocação no ranking. O prefeito Jorge Melo Dias afirmou que irá se empenhar para que o Maranhão possa superar o estado de extrema pobreza. “Elogio a iniciativa do governador Flávio Dino em fazer esse chamamento aos prefeitos para compor essa força tarefa. A instituição dessas políticas públicas alcançarão a população mais carente e fará com que o Maranhão possa sair desse triste cenário”, disse.
 Indicadores dos municípios
 O Estado está construindo um diagnóstico preliminar dos 30 municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). A metodologia para levantamento dos indicadores sociais foi debatida pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos (Imesc) com representantes de dez órgãos que compõem o Comitê Gestor do Plano ‘Mais IDH’.
 Os dados e indicadores vão levar em consideração as ações que devem ser promovidas nas áreas de saúde e saneamento básico, renda e educação. O Imesc apresentou diagnóstico da situação atual dos municípios e destacou o trabalho das secretarias como fundamental para formação de um banco de dados que terá a função de ajudar a planejar as ações do Comitê Gestor.
 Ações apresentadas pelo Comitê Gestor
 Direitos Humanos:
-Promoção do acesso à documentação e à informação.
-Realização do Mutirão Mais IDH e instituição dos Comitês Municipais do Mais IDH.
-Mobilização, articulação e capacitação dos Fóruns Mais IDH.
 Educação:
-Valorização do magistério.
-Melhoria da infraestrutura das escolas.
-Alfabetização de crianças e adultos.
-Investimento nas tecnologias educacionais.

Saúde:
-Implementar o monitoramento e a avaliação das atividades dos agentes comunitários de saúde.
-Potencializar ações na área da atenção básica.
-Realizar estações de saúde e busca ativa para pacientes de risco e/ou sintomáticos para endemias negligenciadas.
-Intensificar cadastro e monitoramento e vigilância em saúde com foco nas crianças (menores de cinco anos), gestantes hipertensos e diabéticos.

Produção agrícola e agricultura familiar:
-Assegura assistência técnica e extensão rural às famílias beneficiárias do plano.
-Estimular, fomentar e garantir o apoio para a promoção da segurança alimentar e nutricional.
-Promover a inserção dos agricultores familiares no mercado institucional (Programa de Aquisição de Alimentos e Programa Nacional de Alimentação Escolar).
-Coordenar e gestar a concessão de fomento para a implantação de sistemas integrados alternativos para a produção de alimentos.

Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema):
-Ampliação ou implementação do sistema de abastecimento pleno de água tratável na sede dos municípios


Desenvolvimento Social:
-Implantação de 30 cozinhas comunitárias
-Assessorar a politica de segurança alimentar
-Inserção dos municípios no Programa Brasil Carinhoso e Brasil sem Miséria
 Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc):
-Levantamento dos dados
-Realização dos diagnósticos
-Apoio aos comitês municipais
-Monitoramento das ações
 30 municípios com menor IDHM
Fernando Falcão, Marajá do Sena, Jenipapo dos Vieiras, Satubinha, Água Doce do Maranhão, Lagoa Grande do Maranhão, São João do Carú, Santana do Maranhão, Arame, Belágua, Conceição do Lago-Açú, Primeira Cruz, Aldeias Altas, Pedro do Rosário, São Raimundo do Doca Bezerra, São Roberto, São João do Sóter, Centro Novo do Maranhão, Itaipava do Grajaú, Santo Amaro do Maranhão, Araioses, Governador Newton Bello, Cajari, Santa Filomena do Maranhão, Milagres do Maranhão, São Francisco do Maranhão e Afonso Cunha.



segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Flávio Dino e a ministra Kátia Abreu debatem projetos para agricultura no MA

Honaiser(Sagrima) Kátia Abreu(Mapa) com o Flávio Dino
O governador Flávio Dino e o secretário de Agricultura do Maranhão, Márcio Honaiser, estiveram no Ministério da Agricultura e do Abastecimento para debater com a ministra Kátia Abreu soluções para o aumento e a diversificação da produção maranhense. A ministra apresentou aos representantes do Governo do Maranhão o planejamento feito pelo ministério para investimentos na região conhecida por MAPITOBA (área que integra Maranhão, Piauí, Tocantins e Bahia).
Com investimentos na infraestrutura rodoviária, ferroviária, de energia e de escoamento e armazenagem da produção, o projeto do Governo Federal deverá ter grande impacto no Maranhão. A ministra pediu o empenho do Maranhão no projeto e teve retorno positivo do governador e do secretário, que garantiram que o Governo do Estado vai atuar como colaborador para garantir as condições de agilidade para a viabilização das obras.
A atenção ao MAPITOBA vai garantir que a produção da “última fronteira agrícola do mundo” tenha maior circulação e possa ser exportada com agilidade e qualidade. Segundo Kátia Abreu, a região é prioridade para o Governo Federal, já que tem possibilidade de alavancar a produção brasileira e garantir a circulação de renda no país.
“Os investimentos previstos pelo MAPITOBA são reestruturantes para o nosso estado. Com o incremento da produção e da infraestrutura, fazemos os indicadores sociais crescerem, integrante produção, emprego e renda,” disse o governador à ministra durante a reunião.
Além dos novos projetos que devem ser realizados em sintonia entre Estado e União, a visita ao Ministério propiciou debates sobre o Porto do Itaqui, a inauguração do Terminal de Grãos e obras estruturantes para que a produção agrícola do Maranhão possa circular. Entre as reivindicações do Governo do Estado, estão a reestruturação das BR 010 e 235, além da recuperação da rodovia estadual MA-006, que corta o Estado do sul ao norte.
A visita ao Ministério da Agricultura e Abastecimento fez parte de uma agenda extensa do Governo do Maranhão em busca de parcerias para garantir o crescimento do Estado na área social nos próximos anos. Acompanhado de secretários das pastas relacionadas, Flávio Dino visitou também os ministérios das Cidades, da Ciência e Tecnologia, do Desenvolvimento Agrário e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.


PDT inicia série de encontros para fortalecer militância em São Luís…

Cerca de 500 pessoas participaram da primeira edição do Circuito Socialista, evento promovido pela Juventude Socialista do PDT (JSPDT) de São Luís com o objetivo de resgatar a forte militância do partido na capital maranhense. O encontro aconteceu na Vila Isabel, com atividades políticas e culturais.
A Vila Isabel, que recebeu o Movimento Jovem do partido, assistiu a uma peça que tinha como tema as drogas, produzida pelo grupo Jovens Unidos com Cristo (JUC), assistiram a exibição do filme “Muleque, té doido!?!” e tiveram bate-papo animado com uma parte do elenco do filme.
O presidente estadual da Juventude Socialistaa, Raimundo Penha, frisou a importância do evento para trazer a discussão partidária para dentro das comunidades e proporcionar uma maior participação da sociedade, dentro das atividades de um partido político.
- Sempre digo, que as pessoas precisam ser conscientizadas da importância que os partidos têm na vida da sociedade e como contribuem para a criação de políticas públicas, que melhoram a vida de todos. É importante a sensibilização de que é através da política partidária que escolhemos nossos representantes, que vão ser a nossa voz exercendo cargos eletivos ou dentro de ministérios, secretarias e os mais diversos órgãos públicos – afirmou.
Por meio de apresentações culturais, eventos esportivos, rodas de conversas, plenárias, debates e demais atividades afins das comunidades visitadas, a JSPDT busca a formação de uma juventude protagonista nas ações de políticas públicas para aquela região, realizando também o despertar da discussão política partidária, atraindo assim novos componentes a JSPDT SLZ.
Liberdade, Cidade Operária, Coroadinho e São Raimundo serão os próximos bairros a receber o Circuito Socialista.