Todos por São Luís

sábado, 29 de junho de 2013

ELEIÇÕES 2014: DEPOIS DO INÍCIO DAS MANIFESTAÇÕES PRESIDENTE DILMA CAI 27 PONTOS NA AVALIAÇÃO DO SEU GOVERNO, DIZ DATA FOLHA

Dilma, reeleição ameaçada
Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (8) pelo jornal "Folha de S.Paulo", em seu site, mostra que o governo da presidente Dilma Rousseff tem a aprovação de 57% dos eleitores, que o consideram bom ou ótimo. Foi registrada uma queda de oito pontos percentuais em relação ao levantamento anterior do instituto, realizado em março.
 É a primeira vez desde que a presidente assumiu o cargo, em 2011, que sua avaliação cai acima da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Para 33% dos ouvidos, o governo Dilma é considerado regular; 9% julgam a gestão da presidente ruim ou péssima. Apenas 1% diz não saber. A pesquisa foi realizada nos dias 6 e 7 deste mês. Foram feitas 3.758 entrevistas em 180 municípios do país.
O Datafolha também perguntou aos entrevistados sobre a inflação: 51% disseram que ela vai aumentar (índice seis pontos percentuais acima do último levantamento). Em relação ao desemprego, 36% afirmaram que ele vai aumentar, contra 31% em março.
Levantamento anterior

Em março, 65% avaliaram o desempenho da presidente como bom ou ótimo, 27% como regular e 7% como ruim ou péssimo, segundo o Datafolha. A pesquisa feita nos dias 20 e 21 de março ouviu 2.653 pessoas com 16 anos ou mais em 166 cidades do Brasil.

CÂMARA MUNICPAL DE SÃO LUIS: POLÍTICAS PÚBLICAS PARA O SETOR SUPERMERCADISTA

vereador Ricardo Diniz
 O vereador Ricardo Diniz(PHS) realizou visita à Associação Maranhense de Supermercados – AMASP. Na oportunidade, explanou ao presidente da entidade, João Sampaio, alguns dos seus principais projetos e frentes de atuação, entre elas a educação, saúde e geração de emprego e renda.

vereador visitou o presidente da Amasp João Samapaio
 O presidente da AMASP relatou que 85% da distribuição de alimentos no Brasil é feita pelos supermercados, que geram 9 milhões de emprego no país. “O setor correspondeu a 5,2% do PIB do país em 2012”, informou João Sampaio.  Durante o encontro foi ressaltada a necessidade de mão-de-obra qualificada para o setor, problema onde o parlamentar poderá ajudar através de políticas públicas. “Nosso intuito é contribuir, através de políticas públicas, para o desenvolvimento do setor”, afirmou o vereador Ricardo Diniz.


sexta-feira, 28 de junho de 2013

BOLSA ELEIÇÃO: GOVERNO DO ESTADO NOMEIA 206 POLÍTICOS COM SALÁRIO DE 5 MIL REAIS


O chamado “Conselhão” ou “Bolsa eleição” foi desmascarado pelos deputados de oposição da Assembleia Legislativa do Maranhão, na manhã desta quinta-feira (27). Estão nomeados para o Conselhão 206 políticos do grupo da Governadora do Estado para receberem R$ 5.850 por mês.

O “trabalho” dos que recebem a “bolsa eleição” é aconselhar a Governadora sobre políticas públicas de gestão em uma reunião mensal. Para o deputado estadual Bira do Pindaré (PT) o Conselhão é uma imoralidade, é uma afronta à população maranhense.

O parlamentar ressaltou que exatamente no momento em que a população maranhense está nas ruas reivindicando melhorias e moralização da política, estoura a bomba de políticos derrotados nas eleições de 2012, recebendo dinheiro público para não fazer nada.

Bira fez a denúncia no plenário

“É um sistema de compra de cabo eleitoral, um Conselhão que cabe mais de 200 pessoas para receber R$ 5.850 por mês para uma única reunião que ainda pode apresentar um atestado e não comparecer. Eu não sei se tem fonte de dinheiro mais fácil do que essa. É uma imoralidade.    

No caderno de pautas apresentado pelos deputados de oposição ao Governo do Estado, o deputado Bira incluiu a extinção do Conselhão ou o fim do Jeton de R$ 5.850 por mês para uma única reunião. O que torna ainda mais absurda a Bolsa eleição do Governo do Estado é a nomeação do pré-candidato do Grupo Sarney ao Governo do Maranhão.

“Luis Fernando Moura da Silva está nomeado no Conselhão recebendo JETON R$ 5.850, por mês para uma reunião apenas. Nós temos que acabar com isso, não podemos mais tolerar isso, e, a Governadora na primeira fala se ela sair do silêncio se ela parecer que ninguém a acha vai ter que dizer: Acabou o Conselhão. É obrigação de quem tem vergonha na cara”, denunciou Bira.

Veja a lista de 42 ex-prefeitos e candidatos derrotados que recebem R$ 5,8 mil do governo do estado por mês:

TIAGO RIBEIRO DANTAS (PRP) – Feira Nova do Maranhão
JOSÉ LIMA DOS SANTOS NETO (PMN) – ex-candidato a deputado estadual
DANÚBIA LOYANE ALMEIDA CARNEIRO (PR)– Chapadinha
WILLIAM GUIMARÃES DA SILVA (DEM) – Guimarães
HELOÍSA HELENA FRANCO (DEM) – Alcântara
PRISCYLLA BONIFÁCIO DE OLIVEIRA SÁ (PTdoB) – Presidente Dutra
MARCONI BIMBA CARVALHO DE AQUINO (PRP) – Rosário
JOSÉ REINALDO DA SILVA CALVET (PSC) – Bacabeira
JOSÉ MÁRIO ALVES DE SOUSA (PMDB) – São João dos Patos
LEÃO SANTOS NETO (PSDB) – Arari
JOSIMAR CUNHA RODRIGUES (PR) – Maranhãozinho
MARIA DO ROSÁRIO SERRÃO MARTINS (PPS) – Rosário
ANTONIO ATAÍDE MATOS PINTO  (DEM) – Cachoeira Grande
MARIA SONIA OLIVEIRA CAMPOS (DEM) – Axixá
MARINALVA MADEIRO NEPONUCENA SOBRINHO (PTB) – Tufilândia
RAIMUNDO NONATO E SILVA (PMDB) – Barão de Grajaú
BRENO CARDOSO DA SILVEIRA – Parnarama
MAGRADO AROUCHA BARROS (PR) – Viana
CONCEIÇÃO DE MARIA CUTRIM CAMPOS (PMDB) – Olinda Nova do Maranhão
ITALO CARDOSO LIMA E SILVA (PRP) – São Raimundo das Mangabeiras
JOSÉ RIBAMAR LOPES DE SOUSA (PMDB) -Morros
ANTONIO JOSÉ BITTENCOURT DE ALBUQUERQUE JÚNIOR – vereador de Caxias
ADRIANO SOARES DE SOUSA (PSL) – Belágua
FRANCISCA ALVES DOS REIS (PSD) – Fortuna
MARIA RITA SODRE OLIVEIRA (PP) – Cururupu
GILDÁSIO ANGELO DA SILVA (PSL) – Poção das Pedras
MARIA DO SOCORRO ALMEIDA WAQUIM (PMDB) – Timon
JOÃO MOREIRA PINTO (PR) – Vila Nova dos Martírios
LEILA MARIA RESENDE RIBEIRO (PV) – Sucupira do Norte
LINDALVA FERREIRA LIMA (PRB) – Lagoa Grande do Maranhão
RUBEM EDUARDO SANTOS AMORIM (PSD) – Mirinzal
JOSÉ MARIA OLIVEIRA MATOS (PMDB) – Icatu
MARIA VALDENIR COELHO ALVES (PMDB) – Cidelândia
MÁRIO JORGE SILVA CARNEIRO (DEM) – Esperantinópolis
FRANCISCO DE ASSIS CANAVIEIRA FONSECA (PT) – Tutóia
IVALDO ALMEIDA FERREIRA (PDT) – Mirinzal
SÉRGIO RICARDO OLIVEIRA VIEIRA (PTB) – Açailândia
MÁRCIO ANDRÉ BRAÚNA REZENDE (PTB) – Santa Rita
GEAMES MACEDO RIBEIRO (PDT) – Igarapé Grande
ELINALDO COLAÇO ARAÚJO (PSD) – Matões

RIVALGÊNIA CONCEIÇÃO GONÇALVES MORAIS (PV) – Viana






O BICHO PEGOU DE VEZ: SÃO LUIS AMANHECE NESSA SEXTA-FEIRA COM SEIS PONTOS DE MANIFESTAÇÕES CONTRA INFRAESTRUTURA E MOBILIDADE URBANA

Nada mais nada menos que seis pontos interditados no início da manhã de hoje em São Luís.
1) No Parque Florença  na Avenida Principal, logo após a sede do Sampaio Correia, manifestantes queimam pneus na pista e ninguém passa. Eles reclamam dos buracos da via.
2) No São Raimundo o trânsito também está complicado por conta de outro protesto que acontece neste momento. Os motivos são os mesmos, problemas de infraestrutura, mobilidade urbana e segurança.
3)Na Avenida dos Portugueses está intrafegável. Moradores do Anjo da Guarda e adjacências estão descendo para a Barra

gem do Bacanga. A mobilização que está ocorrendo é a concentração do Vem Pra Rua Itaqui Bacanga que estava marcada para as 7h da manhã.
4)No Paranã manifestantes já estão mobilizados na Avenida Principal e pedem melhores condições nas ruas e avenidas de acesso ao bairro.
5)A Estrada da Mata também está fechada. Lá o motivo do protesto é a falta de segurança. Moradores ficaram revoltados com o assassinato de uma menina de 10 anos morta com requintes de crueldade na última terça-feira na Vila Jota Lima.
6)Na BR 135 a situação está mais difícil ainda.  Moradores da Vila Itamar interditaram a rodovia nos dois sentidos. Eles protestam e pedem a presença do Secretário Municipal de Obras e Serviços Públicos. Enquanto isso eles prometem não abandonar o protesto.
Com Blogue Luis Cardoso


CONTRA A CORRUPÇÃO: FICHA SUJA NÃO PODE MAIS ASSUMIR CARGO COMISSIONADO NO ESTADO

deputado Zé Carlos, autor do proejto
O Projeto de Lei nº 142/2011, de autoria do parlamentar estadual Zé Carlos (PT), que prevê ficha limpa para cargos comissionados no Estado do Maranhão, foi aprovada por unanimidade na sessão da Assembleia Legislativa do Maranhão na manhã desta quinta-feira (27).
O projeto foi uma das primeiras iniciativas do parlamentar em seu mandato, a Lei da Ficha Limpa visa impedir que pessoas que tiveram condenações por corrupção  administrativa voltem a ocupar cargos públicos mesmo que temporariamente, bem como, impedir que essas pessoas ocupem cargos públicos enquanto perdurar os efeitos da condição de inelegibilidade, a fim de constituir uma sociedade com agentes públicos com ética, conduta ilibada e idoneidade moral no exercício da função pública, atendendo assim os anseios do povo.
“A Assembleia do Estado do Maranhão está escrevendo sua história com letras grandes e graúdas. A aprovação deste Projeto de Lei é uma resposta às manifestações do nosso Estado. Quero manifestar minha gratidão e meu respeito a todos os parlamentares que votaram a favor da aprovação do projeto. Tenho certeza que no segundo turno não será diferente. E a governadora também dará uma resposta positiva a todas essas manifestações sancionando esta Lei”, finalizou.
O PL em âmbito federal, também está na pauta prioritária do Senado para ser votado em regime de urgência nos próximos 15 dias. Dessa maneira, o projeto vai ganhando ainda mais adesão.
(As informações são da Agência Assembleia)



quarta-feira, 26 de junho de 2013

CÂMARA DE VEREADORES DE SÃO LUÍS: Fábio Câmara acusa governo Edivaldo de "desrespeitar" Parlamento

Câmara pede mais respeito
O vereador Fábio Câmara (PMDB), ficou indignado com a atitude do secretário-adjunto de Educação do município, Paulo Guilherme de Araújo que, durante audiência, na última quarta-feira (19), na Fetiema (Federação dos Trabalhadores da Indústria do Maranhão), aproveitou a oportunidade para agredir um vereador, o presidente da Comissão de Educação da Câmara de São Luís, vereador Ricardo Diniz (PHS), da forma mais infamante possível, o que caracteriza um desrespeito ao Parlamento e a todos os vereadores, no seu entender. Fábio acredita que a Câmara tem que tomar uma posição sobre o incidente e espera que o presidente da Casa, Isaías Pereirinha, torne público o protesto do Legislativo.

O peemedebista lembrou que é de corrente política adversária a do vereador Ricardo Diniz, que compõe a bancada do governo no Parlamento, mas se solidariza com ele diante da agressão estúpida de um auxiliar do prefeito. Lamenta que o incidente só ajuda a desmoralizar a Casa. “Nós temos que convocar o secretário adjunto de Educação para que ele possa se retratar; não podemos aceitar essa falta de respeito. Infelizmente, essa não é a primeira vez que secretários do prefeito [Edivaldo Júnior] agem com desrespeito a este Parlamento. Lembro de quando a secretária de Fazenda, Sueli Bedê, esteve nesta Casa e, após ser questionada, disse que eu, [Fábio Câmara] estava mentindo, mesmo tendo apresentado o Diário Oficial do Município e cópias do Portal Transparência”, disse o peemedebista ao se solidarizar com o colega de plenário. Fábio disse que a truculência é resultado de um governo que não consegue viver com as contrariedades, por isso, preferem patrulhar e humilhar seus subordinados e aliados. “O prefeito tem que assumir as rédeas se ele quiser continuar no cargo pelo qual foi eleito pelo povo; o que mais me assusta nesse governo é a audácia de alguns secretários que dão a impressão que estão mandando mais que o chefe do executivo”, afirmou.

CRISE DE REPRESENTAÇÃO 
 Outro tema abordado pelo líder da oposição na Câmara foi com relação à crise de representação ao qual passam os parlamentos no Brasil. Fábio disse que é preciso fazer uma reflexão profunda sobre as manifestações que tomam o País. Para ele, o povo não se sente representado por seus representantes: vereadores, deputados e senadores. “As manifestações mostram que parcela significativa da população não se sente representada pelo poder constituído, não se sente representada pelos vereadores, deputados e senadores”, afirmou. Na opinião do vereador, a classe política tem de fazer uma reflexão profunda sobre o que está acontecendo. “Quantas vezes eu tive o meu mandato suprimido pelo governo do prefeito Edivaldo Júnior? Mas hoje, eu [vereador Fábio Câmara] não falo mais sozinho, já tem o vereador Ricardo Diniz, o Ministério Público e os movimentos sociais. Eu costumo dizer que o que mais causa mal nesse país e a falta de oposição”, concluiu.


HILTON GONÇALO PARTICIPA DA POSSE DO PRESIDENTE DA FIEMA

Hilton com presidente da Fiema e da CNI

O ex-prefeito de Santa Rita e pré-candidato ao governo do estado, Hilton Gonçalo, esteve presente na posse da nova diretoria da Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema) na última quinta (20). O médico que tem estreita relação com o presidente Edílson Baldez, falou da importância do setor industrial para o desenvolvimento do estado.
“Faltam políticas públicas para o desenvolvimento na nossa economia, ainda temos um caráter de importadores, temos que ter indústrias para ter força, gerar emprego e renda no nosso estado”, destacou. Hilton Gonçalo ainda falou sobre a iniciativa da Fiema estar sempre oferecendo oportunidade a população maranhense, que através do Sesi proporciona uma série de cursos de capacitação em diversos municípios do estado.
A posse, que aconteceu no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, contou  ainda com a presença do presidente da Confederação Nacional de Indústrias (CNI), Robson Braga de Andrade, além de representantes de diversos setores da indústria e do ramo empresarial maranhense.
“Entre 2009 e 2012, os investimentos no setor privado foram responsáveis pela geração de 73.740 empregos, para os quais o Sistema Fiema contribuiu decisivamente na formação de mão de obra qualificada, habilitando os maranhenses para o preenchimento dessas vagas, assim como as empresas para participarem desses projetos”, defendeu Baldez.
Em conversa com os presidentes Robson Braga de Andrade e Edílson Baldez, Hilton Gonçalo aproveitou para lembrar da parceria desenvolvida entre a Fiema e a prefeitura de Santa Rita, no período em que ele foi prefeito. “Nós capacitamos diversos jovens, promovemos oportunidade na cidade, por conta disso melhoramos os índices sociais de Santa Rita e a Fiema foi uma verdadeira parceira nesse desafio”, revelou.



terça-feira, 25 de junho de 2013

PREFEITURA DE SÃO LUÍS: Perseguição provoca farra das licenças médicas na Prefeitura


Fábio Câmara vem fazendo a diferança na câmara
Assustador o número de servidores municipais afastados todo mês por doença em São Luís. Levantamento feito com base no Diário Oficial e junto ao Instituto de Previdência e Assistência do Município (Ipam), revela que a farra das licenças médicas no serviço público municipal, torna ainda mais penosa a via-crúcis do usuário por atendimento em repartições da administração municipal. Assim que assumiu a Prefeitura, o prefeito Edivaldo de Holanda Júnior (PTC), adota um discurso da moralização e transparência dos gastos públicos. Mas as medidas tomadas por Edivaldo, até o momento, não tocaram em um ponto que pode ser considerado uma verdadeira caixa-preta no governo: a concessão de licenças médicas.
No dia 13 de maio, a Prefeitura de São Luís, através do IPAM, publicou de uma só vez, em edição especial do Diário Oficial do Município, a licença de 40 servidores efetivos e funcionários comissionados, somando no total três mil e seiscentos dias de folga. Os dados mostram que, desde o início do ano, cada trabalhador do Município afastou-se por motivo de saúde em média por 90 dias.  Conforme o levantamento, na maioria dos casos, os servidores estão lotados nas secretarias de Educação e Saúde. Os dados não estão incluídos os anos anteriores.
Uma servidora que pediu para não se identificar, também solicitou licença das funções. Ela afirma fez o pedido após sofrer perseguição no órgão.
O alto índice de licenças-médicas solicitados pelos funcionários públicos é resultado da série de perseguições e do assédio moral registrados na atual administração - revelou.
Após tomar conhecimento das denúncias, o vereador Fábio Câmara (PMDB), líder da oposição no Parlamento Municipal, vai protocolar requerimento convocando a presidente do Instituto de Previdência e Assistência do Município (Ipam), Carolina Estrela, para que ela apresente os números apresentados.
Precisamos apurar as causas e os custos para o erário público, para isso, pretendemos ouvir o que a presidente do Ipam tem para falar sobre os números e depois vamos criar soluções para melhorar a vida do servidor – garante o vereador.
Fábio, que é presidente da Comissão de Transporte e Trabalho da Câmara, também afirma que a perseguição o assédio moral são recorrentes na atual administração.
Constantemente recebo reclamações de assédio dos servidores, principalmente os que estão lotados nas pastas de educação e saúde, secretarias que têm o maior número de funcionários – informa o parlamentar. O requerimento ainda não tem data para ser votado pelo plenário da Câmara Municipal.


CRISE INSTITUCIONAL : VEREADOR CRITICA POSTURA DESRESPEITOSA DO SECRETÁRIO-ADJUNTO DE EDUCAÇÃO DA PREFEITURA DE SÃO LUÍS

Ricardo Diniz  fez a denúncia hoje no plenário
O presidente da Comissão de Educação da Câmara de São Luís, vereador Ricardo Diniz (PHS), usou a tribuna da Casa para criticar a postura do secretário-adjunto de Educação do município, Paulo Guilherme de Araújo, por ter lhe desrespeitado durante audiência com servidores do tipo serviço prestado da Semed (Secretaria Municipal de Educação). Segundo o parlamentar, o secretário é forasteiro (veio de Brasília) e despreparado para a pasta.

Paulo Guilherme foi assessor de Flavio Dino em Brasilia
"Estávamos em um evento, na quarta-feira passada (19), na Fetiema (Federação dos Trabalhadores da Indústria do Maranhão), com mais de 500 pessoas presentes e servidores da administração pública municipal que estão trabalhando sem receber seus proventos e lá estivemos para essa reunião. Estávamos lá para intermediar essa problemática com a Prefeitura. No momento em que falávamos no microfone com essas pessoas o secretário adjunto de Educação (Paulo Guilherme), infelizmente despreparado do meu ponto de vista, ficou fazendo deboche a mim com a seguinte frase: ele está pensando que eu sou menino", destacou.

Ricardo Diniz retrucou e disse que na mesma hora rebateu pedindo que ele (Paulo Guilherme) o respeitasse e o escutasse. "O secretário ainda retrucou em tom de voz alto e na mesma hora eu fui para cima, pedindo respeito em nome da Câmara Municipal", declarou.
 Quem acabou intermediando a situação e acalmando os ânimos foi a vereadora Rose Sales (PCdoB).
Com informações do Blog do Mário Carvalho



segunda-feira, 24 de junho de 2013

VEREADOR ROBERTO ROCHA JUNIOR REALIZA AÇÕES NA VICENTE FIALHO

 vereador vistoria as obras
Atendendo solicitação do vereador Roberto Rocha Júnior (PSB), a Prefeitura de São Luís realizou ontem (22) na Vicente Fialho ações de limpeza completa de galerias e bocas de lobos, desobstrução de esgotos, capina, colocação em tampas de bueiros, troca de lâmpadas queimadas dos postes de iluminação pública e a recuperação do asfalto, que está entre as maiores reivindicações dos moradores.
O vereador, junto com o prefeito, Edivaldo Holanda Júnior (PTC), e o vice-prefeito, Roberto Rocha (PSB), vistoriou a execução do serviços.Segundo Roberto Júnior, as melhorias para o bairro Vicente Fialho foi uma de suas primeiras solicitações, como vereador, ao prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PTC). “A execução das obras vem ao encontro de uma antiga reivindicação dos moradores, que durante muito tempo tiveram que conviver com problemas de infraestrutura em todo o bairro”, disse.
com o prefeito e o vice
O vereador disse ainda que essas ações são o começo de um trabalho de restauração que será feito, não somente na Vicente Fialho, mas em todos os bairros de São Luís. Ele já conseguiu junto á Semosp, á recuperação do asfalto da Rua do Aririzal que estava intrafegável e da Rua paralela ao condomínio Gran Park, localizada no bairro Shalom.
“A prefeitura já está realizando essas ações por outros bairros de São Luís e acredito que ela, não medirá esforços para garantir melhorias para nossa cidade e mais qualidade de vida para nossa população”, finalizou Rocha Júnior, que fez questão de acompanhar pessoalmente o início das obras, ao lado do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC), do vice-prefeito Roberto Rocha (PSB) e do Secretário da Semosp, José Silveira.



CLASSE MÉDIA: REVISTA VEJA EM 2006 JÁ MOSTRAVA QUE O CALDEIRÃO ESTAVA PRESTES A EXPLODIR NO BRASIL

capa de Veja em 2006

 As feridas causadas por esse longo calvário são visíveis sobre o lombo de um segmento em particular da sociedade: a classe média. Ao fim de 2006, ela se encontra curvada sob uma brutal carga tributária, sufocada por gastos com serviços como educação e saúde (que deveriam ser financiados pelos seus impostos) e tolhida em sua capacidade de poupar e adquirir patrimônio. Mas há um segundo aspecto na crise da classe média – e ele não interessa apenas aos brasileiros que já pertencem a ela. Ao contrário do que vem acontecendo em países que estão chamando a atenção do mundo, quase não se observa expansão na classe média do Brasil. Seu tamanho em relação à população total ficou praticamente inalterado nos últimos 25 anos. Essa é uma notícia ruim para o país e uma sombra sobre o seu futuro. Ela revela que os pobres estão até se mantendo de pé graças às políticas assistencialistas como o Bolsa Família, mas não estão subindo na escala social. A notícia também evidencia que a própria classe média não está beliscando patamares mesmo que inferiores do mundo dos ricos. Em resumo, a classe média brasileira está ensanduichada. Obviamente, estar no meio faz parte de sua própria definição. O que perturba é o congelamento, a imobilidade numérica e de pujança desse grupo social no Brasil. Quem está dentro não sai, quem está fora não entra.

LIBERDADE DE IMPRENSA: JORNALISTA DA TV GUARÁ É AGREDIDA EM MANIFESTAÇÃO

a jornalista sendo acolhida pelo policial  depois da agressão
A repórter Adria Rodrigues, da TV Guará, foi agredida por vândalos que promoveram quebra-quebra, sábado (22) à noite, em pleno centro de São Luís. A repórter, que estava acompanhada do cinegrafista Marcos Jacob, foi violentamente atacada por um grupo hostil, que fez tudo para evitar que as cenas de vandalismo fossem filmadas.
“O momento não sai da minha cabeça, nunca passei por uma situação como esta, ser agredida e coagida por um grupo de manifestantes em pleno exercício do meu trabalho. Foi algo que eu não esperava”, afirmou Adria Rodrigues ontem à noite, ao relatar o que aconteceu à reportagem do
Adria é repórter da Tv Guará/ Record News
Ela disse que foi a primeira vez que entrou em uma ambulância, onde teve de colocar uma máscara de oxigênio: “A dor dos arranhões no meu braço nem se comparava com o tamanho do medo naquela hora. Eu só conseguia pensar em sair dali. Sábado 22 de junho de 2013 – não vou esquecer”.

 Fonte: Jornal Pequeno

REFORMA POLÍTICA: CNBB, OAB E MOVIMENTO DE COMBATE A CORRUPÇÃO ELEITORAL LANÇAM HOJE PROJETO DE LEI DE INICIATIVA POPULAR


juiz Márlos Reis um dos cord do movimento
Com o empurrão dos protestos que ganharam as ruas de várias cidades do país, a reforma política volta à pauta e os defensores de uma revisão do sistema político brasileiro, por meio de uma Assembleia Constituinte, se sentem à vontade para debater o tema. Reivindicado pelos manifestantes, em meio a outras demandas, como transporte de qualidade e gratuito, melhoria da saúde e educação, além da transparência nos gastos públicos e combate à corrupção, a reforma política reúne hoje, em uma manifestação em Brasília, às 10h, entidades de peso como o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE).

Durante a manifestação, será lançado um anteprojeto de lei de iniciativa popular para coleta de 1,5 milhão de assinaturas, assim como aconteceu com a Lei da Ficha Limpa, com o objetivo de obrigar o Congresso a votar imediatamente uma reforma política que ataque a corrupção eleitoral e assegure liberdade ampla na internet. O texto pretende também estimular a instalação de comitês de controle social dos gastos públicos, inclusive sobre gastos da Copa de 2014 e planilhas de tarifas de transporte coletivo.
Assim como as manifestações populares, o ato de hoje pretende forçar o governo também a ampliar o investimento em saúde e educação, com a fixação de 10% do orçamento geral da União e do PIB, respectivamente, para as duas pastas. A manifestação, que está marcada para acontecer no plenário da sede da OAB, na capital federal, defende ainda a criação urgente de um Código de Defesa dos Usuários dos Serviços Públicos, que vai ao encontro de anseio dos manifestantes que cobraram melhor qualidade nos protestos das últimas duas semanas.




sábado, 22 de junho de 2013

IMAGEM DO DIA: Em dia histórico, 20 mil se reúnem em protesto contra a corrupção em São Luis

Ponte do São Francisco que liga o Centro Histórico sendo tomada pelos manifestantes hoje a tarde

REFORMA POLÍTICA: É preciso uma reforma política urgente ou os partidos políticos ficarão cada vez mais enfraquecidos


É evidente que o enfraquecimento dos Partidos Políticos no Brasil a cada dia aumenta. O povo não confia em partidos políticos e suas ideologias mentirosas e farsantes, quando todos sabem que os interesses pelo poder supera toda filosofia das mais variadas linhas de pensamento.
O descrédito do eleitor junto aos partidos, que perderam o sentido de debates sérios dentro do campo das idéias, restringindo tão somente aos discursos banais, disputas por espaço e, principalmente, o uso da politicalha visando as próximas eleições.
Observa-se em todas as casas legislativas, isso nas três esferas, que os debates calorosos sobre assuntos de grande relevância para sociedade não são debatidos, perdendo, com isso, o sentido de existência.
Os partidos políticos perderam tanto sua força, que atualmente membros de uma determinada legenda são incapazes de indicá-la a uma pessoa que queira ingressar na vida política partidária. O sistema acaba muitas vezes incentivando a disputa dentro dos partidos, dificultando a união partidária.
Desde quando você, leitor, escuta dizer que os eleitores brasileiros votam nos candidatos e não nos partidos. Em tempos de campanhas políticas, sempre ouvimos das pessoas frases como: “eu voto no candidato, o partido para mim ‘pouco importa’”. Essa mentalidade está enraizada na sociedade e decorre das muitas criações e extinções de partidos sem nenhuma ideologia justificada. Poucos partidos são efetivamente expressivos, sendo que temos hoje em atividade no Brasil uma quantidade enorme de partidos! Muitos destes criados apenas para serem usados como “legenda de aluguel” e moeda de troca nos períodos de eleições.
Diante deste cenário o eleitor tende a votar sem compromisso com as plataformas ou programas eleitorais das siglas (as quais por si só são muito fracas, mas devem existir), muitos acabam votando em candidatos que oferecem alguma vantagem ou benesse. Os candidatos, por sua vez, passam a defender os interesses de grupos organizados, que muitas vezes financiam suas campanhas, deixando de lado o interesse coletivo da sociedade e até mesmo as bandeiras de seus partidos.
Muitos são motivos para estes problemas, os candidatos em épocas de campanhas deixam de lado o discurso propositivo em defesa de temas relevantes, como programas e projetos, partindo para os ataques pessoais e erros de seus adversários. Outros atores contribuíram para isso, os governos, lideres políticos e a elite.
A cada crise, busca-se uma alternativa, como: reforma política (muito discutida, mas nunca levada a termo até o presente momento), partidária (outra grande questão) ou até as chamadas mini reformas (que ocorrem, mas são feitas de forma casuístas, apenas para manter os privilégios conquistados).
Essa é a mais pura realidade desse país, cujos objetivos políticos se restringiram apenas ao jogo pelo poder, isso sem critério ético, democrático e, principalmente, sem consistência social, econômica e política.
Esse é o país de várias legendas partidárias, que juntando todas não se consegue fazer um partido político que de fato lute em prol da coletividade.
É a triste realidade
Caio Hostílio
Com informações


ACORDA MARRANHÃO...MANIFESTAÇÃO POPULAR HOJE NO CENTRO HISTÓRICO DE SÃO LUIS

Aos poucos, o público vai chegando ao local da manifestação popular “Acorda, Maranhão”, idealizada como forma de cobrar do poder público mais segurança, saúde e educação. O ponto de concentração, que a princípio seria a Praça Maria Aragão, passou a ser a Praça Gonçalves Dias, onde há várias árvores, o que permite que as pessoas se protejam do sol forte.
Um carro de som foi posicionado em frente ao Palácio Cristo Rei. O locutor pede aos presentes que convoquem mais pessoas por telefone, via Facebook, Twitter e mensagens de celular. A trilha sonora do movimento são músicas do gênero rap, com letras de protesto. Alguns manifestantes exibem faixas e cartazes, a maioria preparada no próprio local da mobilização. Outros pintam o rosto com as cores da bandeira do Brasil, usam máscaras e narizes de palhaço.
Pela internet, policiais pedem às pessoas que estiverem protestando pacificamente que sentem-se no chão ao menor sinal de tumulto para facilitar a identificação dos autores. Da concentração, os manifestantes seguirão pela Beira-Mar para os Palácios dos Leões e La Ravardiére, esse último sede da Prefeitura de São Luís, e Tribunal de Justiça, onde farão um ato simbólico. De lá, percorrerão a Rua do Egito e em seguida bloquearão a ponte do São Francisco, ocasião em que farão mais um ato simbólico, que marcará o encerramento do protesto.
Com informações do Blog do Daniel Matos



quinta-feira, 20 de junho de 2013

PROTESTOS NO BRASIL: GOVERNO DO MARANHÃO VAI PEDIR AJUDA DA FORÇA NACIONAL NA MANIFESTAÇÃO DE SÁBADO NA MARIA ARAGÃO

Força Nacional a caminho do Maranhão

Depois da intensidade das manifestações que continuaram em todos os estados do Brasil nessa quinta-feira, acendeu uma luz vermelha no Palácio dos Leões.  Temendo falta de controle da grande manifestação programada para sábado na praça Maria Aragão, a governadora Roseana Sarney(PMDB) já pensa em pedir  a presença da Força Nacional para garantir a segurança dos manifestantes.
ministro Cardozo já foi acionado
A informação veio de uma fonte muito próxima ao vice-governador Washington Oliveira(PT) que garantiu que o Maranhão é um dos estados onde existe a maior preocupação do Governo Federal com a segurança no movimento que estourou em todo país. Segundo a fonte, o vice- governador - temendo o descontrole da situação, estaria intermediando junto ao ministro da justiça José Eduardo Cardoso(PT) a vinda da Força Nacional para  garantir a segurança no Maranhão.
evento que preocupa o governo  Maranhão 

Pelo fato da continuação intensa das manifestações, já começa a criar um clima de insegurança em todo Brasil com força do vandalismo que continua chamando atenção da mídia e estimulando ainda mais o crescimento do movimento. O Governador de Minas Gerais Antonio Anastasia(PSDB) foi o primeiro que usou do  expediente para garantir a segurança do patrimônio no estado.