Todos por São Luís

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Maranhão Natureza - UFMA e Governo do Maranhão assinam convênio sobre energias renováveis

O reitor da Universidade Federal do Maranhão, Natalino Salgado, e o governador Flávio Dino assinaram nesta manhã, 08, no Palácio dos Leões, um convênio de cooperação técnico – científica para a execução de atividades de pesquisa e mapeamento de energias renováveis nas área eólica, solar e oceânica. O trabalho será realizado por meio de parceria entre o Instituto de Energia Elétrica da UFMA e o Governo do Estado, através da Secretaria de Minas e Energia.
Para o reitor Natalino Salgado, o convênio, que terá duração de um ano, trará grandes benefícios para a população, proporcionando energia limpa e de custos menores. “O projeto vem estreitar a relação da universidade com o governo do estado. Esse é uma iniciativa que vai trabalhar todas as potencialidades das energias, a maré motriz, solar e eólica, buscando alternativas energéticas que contribuam no crescimento econômico do estado”, ressalta.
Já o governador Flavio Dino acredita que o convênio vem de encontro às propostas governamentais e que aprofundará as estratégias de desenvolvimento econômico. Ele agradeceu ao reitor Natalino Salgado pela parceria com a UFMA e a possibilidade de por em prática políticas de energias renováveis em benefício da população.
Mapeamento
Caberá a UFMA, por meio do Instituto de Energia Elétrica, fazer o mapeamento por todo o território maranhense para saber qual o potencial de energias renováveis que o Maranhão possui, visando atrair investimentos para o setor. Serão realizados quatro projetos: o mapeamento eólico-solar, mapeamento de energias oceânicas e o uso da energia solar fotovoltaica – luz transformada em eletricidade- para a utilização na agricultura familiar.
“Nós não temos, até hoje, uma clareza de qual potencial eólico temos distribuído por todas as áreas do estado. Mas, sabemos que o Maranhão, junto com o Pará e Amapá, tem a maior concentração em potencial de energias oceânicas, a energia do futuro. Precisamos saber e apresentar indicativos exatos sobre esta potencialidade” argumenta o professor Osvaldo Saavedra, responsável pelo Instituto de Energia Elétrica.
Saiba +
O Instituto de Energia Elétrica, composto por professores do Centro de Ciências Exatas e Tecnologia – CCET foi criado em 2009 com o intuito de realizar pesquisas sobre energias renováveis, atendendo as crescentes demandas do Maranhão, alem das regiões Norte e Nordeste. A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Universidade Federal de Itajubá trabalham em parceria com o Instituto.




Nenhum comentário:

Postar um comentário