Todos por São Luís

terça-feira, 14 de abril de 2015

Humberto Coutinho destaca importância da exploração do gás natural


O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Humberto Coutinho (PDT), participou ao lado do governador Flávio Dino (PCdoB), na noite desta segunda-feira (13), no Hotel Luzeiros, da solenidade que celebrou a declaração de comercialidade da descoberta de gás natural do Sudeste de Bom Jesus, município de Lima Campos (MA), na Bacia terrestre do Parnaíba.
O evento contou a presença do deputado federal José Reinaldo Tavares (PSB), dos deputados estaduais Rafael Leitoa (PDT) e Paulo Neto (PDT), secretários de Estado, do prefeito de Lima Campos e executivos da empresa Parnaíba Gás Natural, que explora o combustível no Maranhão.
O Plano de produção foi apresentado ao Governo do Estado e a autoridades maranhenses pela empresa Parnaíba Gás Natural,  pioneira no país a transformar gás em energia elétrica e que será a responsável pela exploração do combustível em Lima Campos.
“Ao garantir o cumprimento de nossa meta de produção para julho de 2016, estamos contribuindo para a segurança energética do País, uma vez que o gás produzido pela Parnaíba Gás Natural é utilizado na geração de energia elétrica”, acrescentou Pedro Zinner, presidente da Parnaíba Gás Natural.
O início da produção de gás natural no sudeste de Bom Jesus, povoado do município de Lima Campos, está previsto para começar no primeiro semestre de 2016. O campo de exploração  tem volume estimado de gás in place de mais de 1 bilhão de metros cúbicos.
A expectativa é que o investimento impulsione o desenvolvimento energético e econômico do Maranhão.
HUMBERTO DESTACA
Após ouvir as explanações, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Humberto Coutinho, destacou a importância do investimento. “Esse é um passo muito importante para o desenvolvimento do nosso estado. Nosso gás natural vem, em sua maioria, da Bolívia e o Maranhão, com essa riqueza que dispõe, irá trazer geração de renda e mais desenvolvimento, além de contribuir com a matriz energética do nosso País”, afirmou.
Para o governador Flávio Dino, a exploração de gás natural vai favorecer o desenvolvimento energético e econômico do estado. “Isso é algo que interessa a todo País, que é ampliar a geração de energia para que haja desenvolvimento. No caso maranhense,  isso se traduz por  mais esse investimento, mais esse êxito de uma empresa que é parceira do governo brasileiro. O Maranhão, claro, vê isso com muito otimismo, seja porque ajudará a matriz energética brasileira, seja porque alimenta o nosso objetivo de mais adiante podermos dispor de gás para, inclusive, termos um gasoduto que aumente a industrialização no nosso estado”,  disse o governador.
Segundo Flávio, “este é um passo a mais para que o Brasil tenha autosuficiência de energia e o Maranhão dando sua contribuição, melhorando as oportunidades de negócios para empresas maranhenses e também a geração de emprego e de arrecadação tributária”.
De acordo com o Plano de Desenvolvimento, o gás serpa escoado para o campo de Gavião Branco, também na Bacia do Parnaíba, através de um gasoduto de 11,5 km. De lá, o gás seguirá para a Unidade de Tratamento de Gás (UTG) por outro gasoduto, de 40 km de extensão.
Esta é a primeira declaração de comercialidade da Parnaíba Gás Natural.
A empresa pretender aumentar em 70% sua capacidade de produção de gás. Hoje ela produz em média 4,9 milhões de metros cúbicos por dia, o que equivale a 30 mil barris de petróleo diariamente.  A meta é atingir o patamar de 8,4 milhões de metros cúbicos diariamente.
Segundo o prefeito de Lima Campos, Jailson Fausto, cidade com 12 mil habitantes, a expectativa é que a produção de gás natural, traga  progresso e geração de renda ao município.

Nenhum comentário:

Postar um comentário