Todos por São Luís

quinta-feira, 5 de março de 2015

Assembleia entrega Título de Cidadão ao promotor José Osmar Alves

A Assembleia Legislativa do Estado entregou, nesta quinta-feira (05), Título de Cidadão Maranhense ao promotor da Ordem Tributária, José Osmar Alves, natural do Piauí. O Projeto de Resolução é de autoria do deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) que justificou, em pronunciamento na tribuna, a honraria pelos relevantes serviços prestados pelo homenageado ao Maranhão.
Segundo Othelino, o Título homenageia o promotor e, ao mesmo tempo, ressalta a importância do papel do Ministério Público que denuncia, fiscaliza o cumprimento da Lei e é o órgão responsável pela defesa jurídica e dos interesses da sociedade, ou seja  do seu patrimônio público e social. "E como membro do MP, o promotor José Osmar Alves tem se destacado por seu trabalho, pela fiel observância do cumprimento das Leis, sempre atento aos fatos, sempre antenado em defender os interesses da sociedade", frisou.
A sessão solene de entrega do Título foi presidida pelo deputado estadual Rafael Leitoa (PDT). A mesa foi composta pelo homenageado, pelo secretário estadual da Fazenda, Marcellus Alves (representando o governador Flávio Dino), pelo secretário adjunto de Cultura do Estado, Altemar Lima, e pela promotora de Justiça, Elizabeth Albuquerque Mendonça (representando a Associação do MP).
Em discurso emocionado, José Osmar Alves falou sobre sua trajetória de vida até o Ministério Público. Disse que veio de família humilde, que estudou em escolas públicas, enfrentou uma série de lutas até conseguir se formar em Direito e ingressar no Ministério Público. "Agradeço esta homenagem ao deputado Othelino, à Assembleia Legislativa. Eu sempre dizia que era piauiense de nascimento e maranhense de coração. Agora, com este Título, sou maranhense de fato", disse. 
Biografia
José Osvaldo Alves é piauiense, nascido na zona rural de União, no dia 09/05/1963. Cursou o Ensino Fundamental em Coelho Neto/MA e em União/PI, de 1970 a 1981. Já o Ensino Médio foi feito em Teresina/PI e em Coelho Neto/MA, de 1981 a 1984, sempre em escolas públicas.
 O homenageado cursou Direito, na Universidade Federal do Piauí, de 1985 a 1988 e se especializou na área tributária. Ainda chegou a cursar também História na Universidade Federal do Piauí, em 1987.
 Em sua trajetória profissional, ele foi operário da indústria de papel e celulose Itapajé, do grupo João Santos, em Coelho Neto (1983/1984); assessor sindical da CUT/PI (1985/1986), professor de História no Ensino Médio da Secretaria de Educação do Estado do Piauí (1987/1988), advogado da CUT/PI (1989/1991) e promotor de justiça no Maranhão (a partir de julho de 1991).
  No Ministério Público, ele foi promotor de Justiça em Coelho Neto, Cururupu, Bacabal, Timon (onde recebeu Título de Cidadão) e São Luís, onde trabalha na defesa da ordem tributária (sonegação fiscal) e da ordem econômica desde 2002.



Nenhum comentário:

Postar um comentário