Todos por São Luís

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Nair Portela deve ser eleita reitora da UFMA, aponta pesquisa

A comunidade acadêmica da Universidade Federal do Maranhão parece já ter se decidido. Nair Portela deve ser eleita com mais de 50% dos votos como a reitora da instituição, essa porcentagem já leva em conta os pesos de estudantes (15%), técnicos (15%) e professores (70%). O estudo foi feito pelo Instituto de Pesquisa Econométrica. Caso os números se confirmem, pela primeira vez na história da UFMA, uma mulher vai administrar a instituição. Uma vitória da democracia!
De acordo com dados obtidos com exclusividade, a Econométrica aponta que no cenário estimulado na disputa pela reitoria da UFMA, levando em conta de forma ponderada os votos dos professores, técnicos e estudantes, Nair Portela seria a primeira colocada com 53,4%. Em segundo lugar ficaria Antônio Gonçalves com 22,9%, seguido por Antonio Oliveira com 8,1% e em último lugar, Sofiane Labidi com 1,5% dos votos. 3,7% dos entrevistados disseram votar nulo e 10,4%, não souberam responder a pergunta.
Na espontânea, aquela em que o entrevistador não apresenta o nome dos prováveis candidatos, Nair Portela também lidera na preferência da comunidade acadêmica com 51,8%. Antônio Gonçalves possui 21,3%, Antônio Gonçalves 6,8% e Sofiane Labidi 1,5%. Nulos representam 3,1% e não responderam somam 15,3%.
Na disputa para vice-reitor, Fernando Carvalho é o preferido com 52,3% dos votos contra 22,7% de Marise Marçalina. Nulo somam 7,4% e não responderam representam 17,6%.
A votação ocorre das 8h às 21h30, em todos os centros (CCH, CCSo, CCET, CCBS, HUUFMA – Unidades Presidente Dutra e Materno Infantil, Ceb Velho, Colégio Universitário, Núcleo de Esportes, Odontologia, Farmácia, Faculdade Medicina – antigo Ila, onde votam os servidores do Cristo Rei, Saúde Pública e DAC, Paulo Freire – curso de Enfermagem, Ciências Biológicas e Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia, Prefeitura de Campus, além dos Campus de Bacabal, Balsas, Chapadinha, Codó, Grajaú, Imperatriz, Pinheiro e São Bernardo).

Nenhum comentário:

Postar um comentário